IBM cria dispositivo para separar vírus e outros agentes biológicos

Através da tecnologia baseada em microfluídica e nanotecnologia, a empresa avança no ramo “lab-on-a-chip” ou laboratório no chip, abrindo novas fronteiras no diagnóstico de diversas doenças, como o câncer.

O DLD ou deslocamento lateral determinístico (em português) permite separar agentes biológicos através do seu tamanho, na superfície do chip, para posteriormente serem analisados.

Confira!

Exibições: 245

Comentar

Você precisa ser um membro de Laboratorio de Garagem (arduino, eletrônica, robotica, hacking) para adicionar comentários!

Entrar em Laboratorio de Garagem (arduino, eletrônica, robotica, hacking)

Comentário de José Gustavo Abreu Murta em 3 agosto 2016 às 23:08

Muito interessante !

© 2021   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço