Cientistas da computação simplificam a programação paralela

O software moderno exige uma velocidade computacional alta. Mas os microprocessadores modernos só podem acelerar aumentando o seu número de núcleos. Para tirar o máximo proveito dos múltiplos núcleos, os desenvolvedores de software tem que organizar seu código de tal forma que seja executável em uma tarefa paralela propensa a erros. Os cientistas da computação da Universidade de Saarland desenvolveram uma ferramenta que paraleliza automaticamente as seções de código necessárias.

"Arquiteturas multicore estão se tornando cada vez mais importante, mesmo em netbooks e celulares", diz Andreas Zeller. "Embora os dispositivos estejam encolhendo, eles também são otimizados para usar o mínimo de energia possível, o que torna cada vez mais necessário o multicore". Zeller, professor de engenharia de software da Universidade de Saarland, desenvolveu a ferramenta em conjunto com seus alunos de doutorado, Kevin Streit e Clemens Hammacher. Seu sistema, chamado de "Sambamba", converte automaticamente seu código convencional em um código que seja executável em paralelo. "O objetivo é encontrar várias opções de paralelização para cada função individual na aplicação, e, em seguida, selecionar a melhor durante a execução", diz Sebastian Hack, professor de programação na Universidade de Saarland. Ele e seu aluno de doutorado Johannes Doerfert também participaram do projeto Sambamba.

Para mais informações, clique aqui.

Exibições: 1180

Comentar

Você precisa ser um membro de Laboratorio de Garagem (arduino, eletrônica, robotica, hacking) para adicionar comentários!

Entrar em Laboratorio de Garagem (arduino, eletrônica, robotica, hacking)

© 2021   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço