Olá.

  Temos um problema aqui que acredito que muitos terão em breve, queria discutir o assunto, não é bem um projeto ainda, não sei se farei, mas entendo que seja uma oportunidade.

   Moro em um condomínio de apartamentos de 2009, anterior as normas de 2011 e 2014 (salvo engano). Por isso temos as tomadas padrão antigo nas areas comuns (parte fácil) e ocupação de conduítes conforme normas anteriores a 2011 (meio lotados).

   A ideia seria em breve instalar tomadas para carregar carros eletricos na garagem de tal forma que cada morador pague por sua energia.

   Opção 1: Puxar um fio desde o apto até a vaga. Parece absurda, mas aqui, para até uns 10% dos aptos seria possível, temos um shaft aberto de eletrica amplo, poderiamos adicionar essa fiação. É inviável pq cada apto tem carga de 32A (disjuntor de entrada de 32A), não podemos aumentar por estar assim no projeto (teria que solicitar ampliação de demanda). Apenas 32A pq usamos aquecedores a gás. Então pelo fio ok, mas não podemos pq os carros demandam 32A. Se ligar o carro e o microondas o disjuntor cai.

   Opção 2: Instalar medidores (quantos necessários) adicionais na garagem. 3 empresas foram contratadas para fazer o orçamento e as 3 disseram que para instalar mais medidores é preciso adequar o projeto a nova normal. O que implicaria em passar mais conduites em algumas áreas (quebradeira) pq os atuais estão superlotados, contratar a demanda adicional, que pode implicar em troca do transformador da rua e talvez necessidade de instalação de cabine primária, etc, etc. Hj temos 32A por apto e passaríamos a 32A+32A, que dobra a carga.   

   Opção 3: Puxar do disjuntor da área comum, que é de 400A trifásico, sendo que medindo, no pico, temos 100A. Aih para fazer o rateio seria necessário instalar medidores individuais nas vagas com sistema de tarifação.

   

   Por ser a única que não requer reprovar o projeto inteiro do prédio, entendo a 3 a unica opção para o condomínio.

   Na 3 seria necessário: Medidor confiável (com selo inmetro), sistema de captura de dados para bilhetagem.

   Achei no mercado esse produto:
https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1052667020-medidor-de-energ...

   Que tem uma versão com interface serial, não sei se é esse modelo exatamente, onde faria um baratinho pra ler e mandar por mqtt pra que fosse feito a tarifação (até cobraria por isso, aqui no predio toparam já)

   Aih basicamente teríamos que montar a estética, criar um toten, trabalho de instalação, fiação aerea, etc, mas é possível até uns 8 carros (8*32=256A, deixando o resto dos 400A para as areas comuns). Que é frustrante... 8 carros é muito pouco. Temos 944 vagas... Queríamos chegar pelo menos em 30 vagas com carregador.

   Essa foi a conta que fiz para inviabilizar o caminho, na verdade.. Pq como são 400A trifásicos podemos ligar 32A em RS, 32A e ST e 32A e TR, assim tudo se multiplica com 3 e chegamos a 24 carros... Mas isso cheira muito a Watt... Não gosto da ideia de usar as coisas no limite dessa forma.

   Enfim, alguém mais está com esse problema, conhece alguma solução ?

   O gato poderia ser, por ex, abrir um CNPJ novo para o estacionamento e fazer a solicitação de uma nova entrada, nova caixa padrão, novo medidor, etc. Mas dependeria da boa vontade do pessoal da empresa de energia em aceitar. Com a pandemia sequer estão fazendo visitas (ou não estavam).

   Acredito que para os px 5 anos quem mexer com essas instalações vai ganhar dinheiro. Nesse momento entendo que estou me antecipando, não há queixa alguma, solicitação ou coisa assim. Temos na verdade 1 morador que tem carro elétrico, mas só sei pq vejo o carro, nunca reclamou, mas eles estão chegando. Condomínios novos aqui já são lançados com tomada para carro na garagem.

Exibições: 69

Responder esta

© 2021   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço