Olá. Gostaria de executar um projeto que contenha 2 eixos e fossem sincronizados. Eles não executarão muito esforço. Um eixo na base com movimento de rotação , e outro eixo que possa realizar uma marcação na lateral de um cilindo. Anexarei uma ilustração dos 3 modelos que devem ser feito. Agora a pergunta qual o melhor método.. afim da sincronização, pq os pontos de início e fim devem coincidir imagino motor de passo . Porém fico em dúvida como, pensei em programar um Arduino para isso. Sei que existem.bibliotecas mas sei usar individualmente. Gostaria se possível algum projeto p me.basear como fazer em um programa de dois eixos. Bom acho q é isso.. aguardo dicas.

Exibições: 131

Anexos

Responder esta

Respostas a este tópico

Olá, César!

   Já ouviu falar em GRBL?

   No link a seguir tem um artigo muito legal sobre isto: LINK->Eletrogate, guia pratico e introducao ao grbl <-

   Vale a pena dar uma olhada.

Sucesso.

D. T. Ribeiro.

Olá. Obrigado amigo vou ler e tentar absorver a ideia pra ver se serve.. de início eu imagino que esse Grbl precisamos ter uma conexão com PC, e a minha intenção é fazer algo compacto, já com aqueles traçados pre definidos , apenas selecionando no início do trabalho.

Cesar,  sincronização de dois eixos pelos meus parcos conhecimentos pode se dar de forma eletronica ou mecanica,  da forma eletronica ao meu ver o ideal como você já citou é usando motores de passos iguais com programação bem especifica,  o GRBL sugerido pelo rui é excelente para grandes projetos como CNC, impressoras 3D,  mas para projetos simples como rotação sincronizadas de eixos, você mesmo pode desenvolver um codigo simples, já que controlar drivers como o A4988 é bem simples, ele se baseia apenas em Pulsos para indicar o numero de passos, e o controle de direção, ou seja, 0 para esquerda e 1 para direita,  dai com isso, e o numero de passos, você faz a magica acontecer de forma personalizada.

Já a forma mecanica se dá pelo uso de rodas dentadas,  basta você criar as rodas dentadas de forma que atenda as suas necessidades e você terá quantos eixos desejar sincronizados perfeitamente

Bom dia Sr.  Weider Duarte,

 " GRBL sugerido pelo rui é excelente ......"

obrigado pela lembrança do meu nome mas não foi eu que sugeriu o  GRBL,

e sim o nosso grande amigo   D. T. Ribeiro.

RV mineirin

:-) 

Grande Rui:

   Para tu veres como são as coisas. Como a imensa maioria das dicas úteis e que resolvem os problemas são tuas, é natural o pessoal já ir pensando que a dica é tua!

   Se o Weider estiver lendo este post, digo que não me incomodei nem um pouquinho. Até fiquei vaidoso por terem achado que a dica era do Rui.

Abração a todos!

D. T. Ribeiro.

Essa da forma mecânica, alem de mais simples, pode ser mais eficiente.

Uma vez que até com a maquina parada estaria sincronizado.

Serve ainda como referência de teoria de sincronização.

Pense que tem um pino (dente) na coisa que roda, vc coloca um sensor para quando esse pino passa por certo ponto. Isso caracteriza um fim de volta.

Vc teria que fazer o outro motor girar na mesma velocidade.

Mas antes de chutar mais, acho que precisariamos entender melhor a necessidade.

É como um torno ?

Olá, César!

   Em princípio, a sugestão foi para que você desse uma olhada em uma aplicação clássica de sincronismo de eixos, o CNC que hoje, felizmente, está acessível até para makers.

   Claro que, como citou o Eduardo, para que possamos sugerir ideias mais adequadas à tua aplicação, precisaríamos de mais informações.

   Quanto ao fato de precisar de um computador, ele só é necessário para gerar o arquivo em código G e transmití-lo para o hardware. Eu, sinceramente, não sei se alguém já bolou uma forma de gravar este arquivo em flash, para que ele só precise ser transmitido uma vez e depois o PC se torna desnecessário, mas acho que já deve ter sido feito, pois isto é de grande utilidade.

Sucesso.

D. T. Ribeiro.

Boa noite pessoal.. diante de TD que comentamos e foi muito bom para o amadurecimento da ideia, tenho a impressão que a alternativa mecânica vai ser bem simples pelo que quero executar. Mas foi muito útil receber a indicação sobre aquele grbl. Vou ler todo o material mesmo assim ! Sobre o projeto que estou pensando seria um cilindro de 20 - 30 cm diâmetro com uns 5kg colocado sob um prato giratório ( eixo a) e outro eixo ficaria lateralmente marcando com o desenho que postei no início.  Abaixo do prato giratório provavelmente vou criar um disco com desenho preso no mesmo eixo e uma aste vai transferir o movimento do desenho na parte lateral.. sempre estará sincronizado.. na eletrônica teria q tratar TD isso em cada início de trabalho.. 

Obrigado a todos .. fico muito grato mesmo!

Cesar,

    Só mais uma sugestão,  se você puder, aprenda a utilizar softwares graficos 3D para elaborar seus projetos no mundo digital, antes de colocar eles para funcionar no mundo fisico,  isso vai te poupar muito tempo,  evitar muitas dores de cabeça, e muita coisa que vcoê não faz a menor ideia de como resolver, quando você começa a ver a peça na sua frente como se fosse real, vcoê começa a vislumbrar soluções.

   Para seu projeto o software que eu recomento você estudar é o SOLIDWORKS, pois é mais indicado a projetos desse tipo.

   Eu entendo relativamente pouco de SolidWorks, porem, sou mestre no SKETCHUP,  e atualmente estou projetando Multi Estações de Musculação a qual estou inovando mesclando meus conhecimentos de Física com eletronica,  e o Sketchup tem sido essencial.

RSS

© 2022   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço