Boa noite pessoal, tenho um nobreak Ragtech Easy Pro 2000 com saída USB e Serial.

Estou querendo utilizar um ESP (8266 ou 32) para conectar ao nobreak e coletar informações sobre ele (tensão, carga da bateria, potência,...) e transmitir via MQTT para ser consumido em um projeto maior.

Alguém já fez algo parecido e/ou poderia me dar uma luz?

Exibições: 1348

Responder esta

Respostas a este tópico

Ivan, para quando tiver tempo. 

Para fazer análise da comunicação USB, recomendo o uso do WireShark.

Qualquer dúvida, pode me perguntar. 

https://www.wireshark.org/

Boa noite, me desculpe. só vi a mensagem hoje...

Enfim, não consegui não... Na verdade depois deste dia eu meio que desisti, muita correria no trabalho e em casa mal tenho tempo de respirar e infelizmente este foi um dos projetos que foi engavetado.

Cheguei a apelar pra soluções alternativas. Descobri recentemente que a nova versão do Supervise (8.7 Beta) é uma webapp que expõe uma API REST que seria facilmente consultável maaaaas só roda em Windows, daí já foi por água abaixo deixar ele plugado num raspberry da vida (tentei virtualizar um Windows no Linux mas não consegui fazer a conexão USB/Serial funcionar).

Em resumo perdi a paciência e junto com a falta de tempo prefiro ficar no escuro mesmo hahahaha...

Mas se conseguiu algum progresso eu ficaria mais do que feliz em colaborar pra ver se esse troço funciona.

Sugestão pela engenharia:

Meça a tensão de bateria, a corrente de entrada e a corrente de saída.

Vc precisaria:

Conversor DC-DC pra ligar um ESP32 da vida.

Um esp32 da vida

2 Transformadores de corrente (sct-13 ou outro).

Assim vc capta direto a "saúde" das coisas.

Com o transformador de corrente isola vc teria o ESP "vivo" na bateria. Digo: O negativo da bateria de um nobreak não costuma ser, como muita gente acha, o neutro/terra do aparelho. Se medir vai ter tensão, e muita.

A ideia seria vc medir a tensão de bateria para informar o status dela, a corrente de entrada para te informar se ele está se alimentando da rede e a corrente de saída para saber o quanto ele está sendo exigido. Basicamente acredito que seja isso que todos que tem um nobreak querem saber.

Se quiser mais seria a tensão de entrada e de saída, aih recomendo colocar pequenos transformadores pra poder medir isolando a tensão.

Pronto, refez o sistema de monitoramento do nobreak.

Obrigado pela orientação.

Boa tarde FB, (se não gosta que te chame pelas iniciais, avise),

no local, (casa, apto, loja, etc. ), onde vai usar este no-break recebe alimentação de mais que 1 fase?

O equipamento que você vai alimentar com este no-break tem seleção de 127V/220V?

RV mineirin

Sem problemas, fique a vontade para me chamar pelas iniciais.

Sim, minha casa é bi-fásica. Mas o nobreak é fase simples.

Não, este nobreak não é bi/tri volt. Ele é monovolt, ou seja, entra 220v e sai 220v.

Sem problemas, pode usar iniciais...

É na minha casa e o nobreak é monofásico e monovolt (220c -> 220v), entretanto minha casa é bifásica. Os equipamentos alimentos por ele em sua maioria são full range, somente 1 deles tem seletor de tensão.

Boa tarde Felipe;

Estou precisando fazer o mesmo procedimento que você. Conseguiu alguma informação que resolveu o problema? Agradeço qualquer ajuda.

Cara, ainda não... Aqui estão acontecendo tantas coisas ao mesmo tempo que está difícil a coisa desenrolar... Tenho um filho de 2 meses que exige bastante atenção, um projeto de casa inteligente que está em fase de bugs e ajustes ainda (e vira e mexe tenho que dar manutenção), trabalho,... e quando sobre um ar pra respirar (raro) eu ponho a mão nisso kkkkk

Se eu andar um pouquinho com isso me comprometo a postar atualizações por aqui.

O sofware deles não parece ser algo de outro muito e muita coisa parece até às claras nos arquivos de configuração, o duro que junta a minha limitação de conhecimento de comunicação serial, sou desenvolvedor mais voltado para frontend e um pouco de backend em Nodejs (por profissão) e essa área de protocolos seriais é meio nebulosa pra mim.

Inclusive tenho um outro projeto (dentre mais 43287429384230980 outros kkkkk) que é conectar com os micro inversores de energia solar com a casa inteligente, mas novamente esbarrei no mundo onde temos o MODBUS TCP/UDP que também se mostrou um inferninho na minha vida e está encalhado também.

Para entenderem o porque quero tanto extrair dados deste nobreak, tenho um projeto de casa inteligente onde reuno vários dispositivos inteligentes e gerencio minha casa por meio de uma plataforma. Atualmente estou com interruptores inteligentes Sonoff na casa, sensores de temperatura Xiaomi, medidor de consumo e energia da Tomzn e aguardando a chegada de sensores de portas e janelas para agregar.

- Medidor de energia

- Já consigo capturar meu consumo da casa e geração solar, entretanto estou consumindo a API REST da Solarman, que tem gerado tráfego desnecessário de internet (visto que poderia acessar localmente se conseguisse comunicar com o inversor) e a API tem falhado um pouco

- Consigo monitorar inclusive individualmente o consumo em alguns comodos já como o escritório

- E estou gerando modelos 3D da casa pra ter essa informação visual, neste exemplo (escritório) a cor da parede é a temperatura ambiente (verde é ok), o chão é o consumo de energia do cômodo (amarelo é um pouquinho alto) e posso clicar em cima dos elementos do cômodo (a/c, luz,...) pra saber mais sobre seus status e histórico.

Quando o projeto estiver um pouquinho mais maduro pretendo postar aqui no Lab e compartilhar com todos mais detalhes.

Basicamente no MODBUS cada registrador é uma variavel de um tipo especifico e que tem um endereço. Você perde o valor do endereço X e recebe o valor que está lá. Normalmente alguns registradores são R/W outros só R. 

Muitos sistemas já tem integração com isso. Melhor utilizar as integrações existentes do que criar do zero.

RSS

© 2024   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço