Após 3 anos de muita pesquisa e tentativas, consegui fazer um protótipo de motor magnético, com baixa velocidade de rotação e altíssimo torque.

A velocidade é fácil de controlar via engrenagens ou polias, o importante mesmo é o torque, e consegui. O meu protótipo ficou bem "tosco'" com imãs colados com cola quente e cola instantânea e por isso fica descolando os imãs, então estou tentando levantar a grana pra fazer a estrutura em pvc ou acrílico.
Mas mesmo da maneira que montei conseguir comprovar que funciona. Assim que estiver pronto posto em meu canal os resultados.
Mas só pra se ter uma ideia, usando uns 300 imãs pequenos (15x5mm) é possível ter torque suficiente para girar um alternador de carro de 120A / 12v (1680W).
O arranjo desses imãs são dispostos de maneira que vira um disco de aproximadamente 30cm de diâmetro por 5cm de espessura .
Fiquem de olho no meu canal, breve vou publicar : https://www.youtube.com/watch?v=j3wazWf68Ic&t=36s

Exibições: 387

As respostas para este tópico estão encerradas.

Respostas a este tópico

Acho difícil mas não duvido.

Lembro-me de quando estava na faculdade, resolvi pegar umas disciplinas do curso de engenharia. Discuti um pouco com o coordenador da época sobre o assunto. No final, ele ficou curioso e recomendou que eu fosse falar com um determinado prof de física, que gostava de fazer experiências, mas nossos horário eram incompatíveis.

"Nada se cria, tudo se transforma" (Lavoisier)

Esta linha de pensamento era predominante entre estudantes de eng elétrica, onde sempre argumentavam que a energia não pode ser criada, ela só pode ser transformada, e ainda assim, o processo de transformação gasta mais energia do que o seu produto. Isto é, para produzir um valor "X" você teria que gastar "X+Y".

Toda via, lembro-me de ter visto algo como um "ciclo fechado", onde o item produzia a quantidade de energia exata para o seu consumo. Como um motor que precisa de 10v e 0,2a, para produzir 10v e 0,2a. Mas, não lembro da referência, e nem se considerava a nossa ATM.

Pessoalmente, eu não coloco minha mão no fogo pelo "free energy", mas também não duvido da possibilidade de, um dia, talvez, ser desenvolvido. Evidentemente, em MINHA OPINIÃO, e sendo muito otimista, 99,999999% de todos os vídeos publicados são fraude, o resto é tentativa de desenvolvimento.

Pesquisando sobre o assunto :

"Barbosa & Leal (brasileiros,  tiveram até reuniões com o ministro na época, e depois foram "presos")." 

Achei até uma patente deles :

https://www.freepatentsonline.com/WO2014071479.pdf

Meu caro, se eles estão "criando" energia elétrica de 60Hz, é porque a energia esta sendo furtada da empresa de distrubição de energia elátrica. Talvez por isso foram "presos". 

No caso do captor de elétrons, como eu disse, não montei, mas pelo que entendi a energia é retirada da terra (aterramento), então pode tanto ser da distribuidora de energia como pode ser da própria terra, ou raios, sei lá, o relógio não registra consumo.

Um russo conseguiu montar um captor de elétrons totalmente isolado da rede elétrica, gerando ele mesmo os 60hz, mas achei meio "furada" e difícil de fazer, além de poder representar o problemão com as distribuidoras de energia.

Por isso volto a afirmar: APOSTO NO ACELERADOR MAGNÉTICO !!!

Helio, a terra não gera 60 Hz! 

A unica energia de 60 Hz existente no mundo é gerada pelas usinas de produção de energia. 

Por  isso eu posso afirmar que os dois estavam furtando energia. 

Você tem alguma formação técnica? 

Eu sei que a terra não gera 60 hz. Como já citei um russo conseguiu fazer um captor de eletrons totalmente isolado da rede.

Mas como já falei também, mesmo que a energia retirada seja da distribuidora, porque o relógio não registra o uso ?

Mas também não posso garantir nada sobre esse feito, porque não testei, só sei que os caras sumiram.

O que posso afirmar é o que testei "aceleração magnética", veja meu desafio:

https://labdegaragem.com/forum/topics/desafio-free-energy-prova-dos-9

ps: não tenho formação !!!

Eu acredito que a energia infinita possa gerar dinheiro...

O Youtube paga pelas visualizações dos videos, sejam falsos ou não.

Assim fazer um video fake desse assunto é muito interessante. Acredito que não seja tão rentável quanto um video imitando uma foca (como um youtuber faz), mas mesmo assim é rentável. Por isso eles existem.

Se essas pessoas conseguem o milagre de gerar energia infinita, pq estão tão pobres ? Vejam os cenários...

Enfim, é impossível.

Estimulo todos a tentar, para que tirem suas próprias conclusões.

Fazer algo girar infinitamente, algo como um pião rodando no vácuo, não prova absolutamente nada. Isso é apenas movimento inercial, ainda que se diga que vc transforma e destransforma a energia.

Em breve, com os carros elétricos, o mundo deverá viver um verdadeiro caos por energia. Vai ser mais barato o elétrico, até chegar a conta... 

Para isso acredito muito nos paineis solares, energia eolica e aquecedores solares.

Para fabricação desses paineis de captação é preciso muita tecnologia, mas não tanta quanto para fazer um chip.. Bem que podíamos ter um empresário e um grupo de cientistas para montar uma fabrica no Brasil. A matéria prima (areia) temos da melhor qualidade.

Concordo com o Eduardo, 

Ao invés de gastar dinheiro tentando gerar energia infinita (que eu acredito ser impossível), eu gastaria em um projeto de energia fotovoltaica. 

O que seria melhor, 1 painel solar de 300wh que gera energia umas 7 horas por dia, em media de 200 ou 250wh, q precisa de controlador, baterias e inversor...

ou um motor magnetico acoplado a um alternador de 300w que gera energia 24 hrs por dia que pode ter sua velocidade controlada com arduino e BARATO ???

Sugiro que calcule a energia necessária para fazer funcionar um gerador elétrico de 300W. 

O seu motor consegue? 

Faça o teste, tire suas conclusões, e veja o torque vc mesmo !!!

https://labdegaragem.com/forum/topics/desafio-free-energy-prova-dos-9

Hélio,

Essas tecnologias milagrosas não existem (energia infinita, free energy, moto contínuo...). Uma postagem como essa é um desserviço para a comunidade. O pessoal menos experiente pode acreditar e confundir conceitos importantes de física.
Videos no YouTube sobre essas coisas está cheio, o que não prova nada. Hollywood também produz videos bem convincentes.

O debate técnico aqui no LdG é livre, claro. Mas as opiniões precisam estar baseadas em referências sérias, é uma questão de responsabilidade.

Por favor, repense a difusão dessas informações e a sua postagem.

Obrigado!

RSS

© 2021   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço