Museu do Semicondutor - a história do Timer 555

                                    

Pessoal saudosista, vejam que interessante esse link do Museu do Semicondutor.
Nele consta a história da criação e evolução de componentes eletrônicos, como transistores, válvulas e circuitos integrados.

http://www.semiconductormuseum.com/Museum_Index.htm

Vejam uma entrevista com Hans Camenzind, o inventor do Timer 555.
http://semiconductormuseum.com/Transistors/LectureHall/Camenzind/Ca...

                           

Hans Camenzind - o inventor do Timer 555

Texto extraido e traduzido por mim da Revista Make Magazine, volume 30:

 

Em 1970, quando apenas meia dúzia de empresas haviam criado raízes
no solo fértil do Vale do Silício, uma empresa chamada Signetics comprou um
idéia de um engenheiro chamado Hans Camenzind. Não foi um grande avanço
tecnológico - apenas 23 transistores e um monte de resistores que funcionariam como um
temporizador programável. O temporizador seria versátil, estável e simples, mas essas
virtudes seriam pouco em comparação com o seu sucesso de vendas. Usando a emergente
tecnologia dos circuitos integrados, a Signetics poderia reproduzir o circuito todo em
um chip de silício.

Isso implicou em algumas tentativas e erros. Camenzind trabalhou sozinho, construindo todo
circuito inicialmente  usando transistores, resistores e diodos sobre uma placa de montagem.

E funcionou. Então ele começou a alterar um pouco os valores de vários componentes para ver

se o circuito toleraria as variações durante o processo de produção e outros fatores, como mudanças

na temperatura quando o chip estava em uso. Fez pelo menos 10 versões diferentes do circuito durante meses.

Em seguida, veio o trabalho artesanal. Camenzind sentou em uma mesa de desenho e utilizou um estilete especialmente montado para desenhar o  seu circuito em uma grande folha de plástico.
A Signetics então reduziu esta imagem fotograficamente por uma razão de cerca de 300:1.
Eles gravaram essa imagem em finas pastilhas de semicondutor e incorporaram cada circuito em um invólucro
retângulo de plástico preto de meia polegada com o número do produto impresso na parte superior.

Assim, o Temporizador 555 nasceu.

Ele acabou se tornando o chip de maior sucesso na história, tanto
pelo número de unidades vendidas (dezenas de bilhões) tanto pela  longevidade do seu projeto (inalterado
em quase 40 anos). O 555 tem sido usado em tudo, desde brinquedos a nave espacial. Ele pode fazer leds piscarem
, ativar sistemas de alarme, colocar espaços entre os tons sonoros e criar tons sonoros própriamente.

Hoje, os chips são projetados por grandes equipes e testados usando a  simulação do seu comportamento através de programas de computador. Assim, os chips dentro de um computador permitem o design de outros chips.
O apogeu de designers individuais tais como Hans Camenzind ja não existe mais,
mas o seu génio vive dentro de cada temporizador 555 fabricado atualmente.

Abraços

Gustavo Murta (Belo Horizonte)

Exibições: 971

Comentar

Você precisa ser um membro de Laboratorio de Garagem (arduino, eletrônica, robotica, hacking) para adicionar comentários!

Entrar em Laboratorio de Garagem (arduino, eletrônica, robotica, hacking)

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2021   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço