Uma coisa comum entre as impressoras 3D é que a maioria delas imprimem camada por camada, começando pela base e a partir dela o objeto vai sendo formado pelo material que é inserido. Porém, com este tipo de conceito elas estão limitadas, por exemplo, você não seria capaz de criar um projeto em torno de uma plataforma curvada, ou sobre uma superfície irregular. Algumas das impressoras 3D básicas, com o padrão de movimento de impressão em XY, podem dar dor de cabeça para calibrar, imagine o quanto difícil seria para calibrar esse sistema de 6 eixos?

Para mais informações, clique aqui.

Exibições: 2146

Comentar

Você precisa ser um membro de Laboratorio de Garagem (arduino, eletrônica, robotica, hacking) para adicionar comentários!

Entrar em Laboratorio de Garagem (arduino, eletrônica, robotica, hacking)

Comentário de Euclides Franco de Rezende em 6 fevereiro 2014 às 9:04

Mas Potcha vida...

Podia pelo menos mostrar um objeto real sendo feito por ela. Que fosse um porta garrafas adaptado para o tamanho real da garrafa e sendo feito sobre ela.

A chinesada perdeu o pique depois que a máquina ficou pronta? Ou ninguem lá comnhecia um software capaz de gerar este tipo de desenho (aditivo sobre outro objeto já pronto)?

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2020   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço