Informação

PIC

Comunidade para desenvolvedores que utilizam microcontroladores PIC da microchip.

Membros: 229
Última atividade: 26 Mar

Fórum de discussão

conexão CDC com PIC

Iniciado por Rafael Schiavon Guido. Última resposta de Rafael Schiavon Guido 4 Out, 2015. 5 Respostas

Prezados...estou precisando de ajuda para finalizar um programa e estou encontrando dificuldades, o progrma consistem em um gerador de sinais através do PIC18f4550 que irá conectado a uma EEPROM e a…Continuar

Onde comprar?

Iniciado por Rafael Leandro. Última resposta de Rafael Leandro 19 Ago, 2015. 6 Respostas

Comecei a juntar um material e componentes p/ estudar.Queria saber onde comprar o PIC 18F84Continuar

Tags: loja, 18F84, componente, PIC

Problema com a simulação RS232 Pickit2 com CCS

Iniciado por Rodrigo Nogy Pereira 31 Maio, 2015. 0 Respostas

Olá pessoal.Estou fazendo uns testes com a o Pic 18F4550 usando o barramento RS232 programando no CCS e usando o gravador Pickit2.O meu problema é que não aparece as mensagens na interface UART Tool…Continuar

Conexão com cabo USB X DB25 paralelo ?

Iniciado por Ricardo H.P. Barroso. Última resposta de Rodrigo Nogy Pereira 6 Maio, 2015. 2 Respostas

Pessoal estou com um problema aqui e preciso da ajuda de vocês, tenho um gravador de PIC que tem a conexão feita pela DB25 fêmea paralela com a porta paralela do PC, ocorre que não existe mais PC com…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de PIC para adicionar comentários!

Comentário de Wellington em 23 fevereiro 2011 às 11:36

Olá a todos,

uso Java para fazer os programas pra PC. É fantástico escrever um código que é portável para qualquer plataforma. Write once, run everywhere. Como uso Linux desenvolvi em Java com comunicação serial e testei em Windows que também funcionou sem precisar mexer em uma vírgula de código. Bom aproveitando gostaria de saber se alguém aqui já desenvolveu aplicação de transmissão de dados usando o módulo Radiometrix 151300 ou qualquer outro Radiomex. Preciso transmitir dados de uma placa a outra via wireless (rádio). Conheço este módulo e já vi funcionando em algumas placas e a distância com visada livre chega acreditem ou não (com antena plano terra) a 10Km.

 

abcs.

Comentário de Enio Benatti em 17 fevereiro 2011 às 14:33

Edson, o Delphi não é bom , ele é MUUUUUUUUUUIIITO bom !

Pra PC , tudo que eu faço é em Delphi , é muito pratico , e interfaceia com a API do windows fácil fácil , tem muitos objetos de terceiros que podem ser usados nos seus programas ,interfaceia muito bem com quase todos os bancos de dados inclusive ODBC, tem varios objetos de comunicação pela Internet  e o código gerado é enxuto , gera só um executável e mais nada ! não precisa add aquele montão de dll´s pra funcionar, eu acho ótimo.

Comentário de Edson Roberto da Silva em 16 fevereiro 2011 às 8:19

Olá Enio,

Eu tive os primeiros contatos com microcomputadores por volta dos meus 14 - 15 anos ( 1984-1985 ), o meu primeiro foi um TK85 ( lembra ? ), depois um CP400 ( TRS80 Color ), depois um Expert ( MSX ) e por fim o PC, que aliás como a maioria de nós, somos obrigados a estar de tempos em tempos trocando de máquina.

Ainda tenho guardados o TK85 e o CP400 ! e todos os K7 da época !

Em relação ao PICBASIC, você deveria conheçê-lo, eu já fiz muita coisa com ele, tais como: Bloqueador para automóveis por celular, controles remotos ( RF, IR ), contrôle remoto de 10 canais por celular ( que foi usado para contrôle residêncial ), e muitas outras coisas, e que pude implementar com rapidez e eficiência.

Sei que todos que programam em C não querem mudar de linguagem por suas qualidades.

E quanto ao Pascal, eu o conheço e já o usei no passado, gosto dele e não tenho nada a reclamar, possui muitos recursos, e o Delphi, é o próprio Pascal, mas dedicado a ambiente gráfico e orientado a objetos, não me aprofundei, mas pelo pouco que vi, também tem muitos recursos e é usado por bastate gente, existe muita informação e muita biblioteca, tanto quanto para o C e C++.

No meu ponto de vista, a linguagem de programação deve ser escolhida pela qual a pessoa mais se identifica, mas claro, também deve ser adotada para a aplicação destinada, e que possua os recursos necessários.

Valeu por me fazer relembrar dos bons tempos, era uma luta esperar carregar um programa de 16Kb ( média de 5 minutos a 2400bps ), mas eu era feliz e passei algumas vezes em ciências, só por causa dos programinhas que fazia no TK85 e levava tudo ( micro, gravador, televisão e os K7 ) para escola, para apresentação da feira de ciências !

Abraço...

 

Edson.

Comentário de Enio Benatti em 15 fevereiro 2011 às 20:28

Edson , não conheço o PICBASIC conheço sim o BASIC , foi uma das primeiras linguagens de programação que aprendi lá por volta de 1980-81.

Desde então nunca mais usei , pois o BASIC , não o PICBASIC era uma linguagem basica , como seu nome diz , muito facil de se aprender , mas com serias limitações (naquela época tudo era limitado , não tinha nem PC, nem Windows , nem HD , nem disquette !!!) , os programas rodavam num apple II , gravados em fita cassete de audio ! ).

A linguagem da moda depois do Basic foi o Pascal , que evoluiu para o Delphi (que não é uma linguagem , mas um ambiente OOP de programação). em 1988 saiu o C de Kernighan e Ritchie (titulo do livro da editora campus que eu recomendo a todos os puristas ). A linguagem C revolucionou o mundo da programação , pois gera um código compacto e rápido , optimiza o uso da memória com ponteiros para variaveis , vetores , a lista é infindavel. Com o advento da programação Orientada a Objetos (OOP) o C++ decolou para uma das linguagens mais poderosas que existe. Para se ter uma ideia na comunidade Linux quase tudo é C++.

OOP num microcontrolador , é querer demais , mas acredito que o C sozinho já esta de bom tamanho. quem programou uma vez em C não volta a outra linguagem (a não ser Java que é mais ou menos uma evolução do C , mas o conceito é portabilidade e não mais performance).

Reumindo, sob o meu ponto de vista , programação séria para microcontroladores é em C. Eu mesmo fui vitima da minha demora em aprender C , pois sabia outras linguagens e sempre dava um jeitinho de resolver o problema com um minimo esforço. A vantagem maior do C , é que quase em todas as suas implementações o programa é muito portatil , não importando se ele estiver rodando num PC com Linux , num uC da Atmel ou num PIC se é ANSI C , vai rodar !

Comentário de Edson Roberto da Silva em 15 fevereiro 2011 às 20:03
Enio, eu também penso como você, e esta tem sido a resposta que dou para os que me questionam a respeito, a diferença é que faço os meus programas em PICBASIC que também permite incluir rotinas em assembler e também ter acesso direto a todos os registradores e a todo o hardware dos pics, e a facilidade de programação é incrível. Obrigado por sua opinião esclarecedora !
Comentário de Enio Benatti em 15 fevereiro 2011 às 16:56

Não , o programa em Assembler normalmente ocupa menos espaço do que um escrito em C. Depende é lógico do programador.

Mas hoje em dia os uC estão tão baratos e com capacidade de memória tão grande que não é mais pratico fazer programa em assembler para economizar memoria. Faz logo em C que é rapido e não dá pau. Assembler só em casos estremos onde o tempo de execução do programa é critico , mesmo assim ,dá para fazer só as rotinas criticas em assembler , o resto vai tudo em C.

Fiz um projetinho com um PIC18 com 32K de Flash que saiu por uns 5 a 6 reais cada PIC (comprando em lote de 200 !) Deu umas 5000 linhas de programa em C , não gastou nem a metade da memoria flash.

Observando o codigo gerado as vezer uma linha inteira de C vira apenas 1 instrução , ex: a linha em C   " variavel++;" vira apenas uma instrução de incrementar a memoria.

Comentário de Edson Roberto da Silva em 15 fevereiro 2011 às 16:43

Amigos...

Um programa em Assembler, C ou Basic, escritos para realizar a mesma tarefa, por exemplo: piscar um led a cada segundo, depois de compilados, vão ocupar o mesmo espaço de memória no PIC ?

 

Membros (229)

 
 
 

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2017   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço