Troca de experiecia em fabricação de circuito impresso

Ola a todos.

Minha primeira postagem aqui nesse forum,e gostaria de saber se estou no lugar certo para a troca de experiencias nas varias ténicas de fabricação de circuitos impressos

Exibições: 11095

Responder esta

Respostas a este tópico

Valeu Sidney, se precisar de ajuda já sabe... é só falar!

Pelo trabalho Wiechert,

Eu usava o método térmico, mas agora só faço placa pelo fotográfico.

Placa antes da corrosão feita sem muito cuidado (apenas para demonstração):

Leonardo qual a tinta que voce usa?

E o fotolito como voce fabrica???

Olá José Raymundo, 

Da uma olhada nesse link http://dutraleo.wordpress.com/2013/03/17/pcb-com-tinta-para-mascara...

Tem mais fotos. 

A tinta comprei no Ebay sai + ou - R$15,00 dependendo da cor. Tem azul, verde, vermelho, preto e branco.  O fotolito faço com transparência e  uma impressora laser,  mas acredito que na jato de tinta também de certo. O segredo é achar o tempo certo de exposição da placa com a tinta. 

Wiechert, parabéns! Quem sabe com uns 34 anos eu também consigo fazer placas assim! kkk

Já tentei a técnica com tinta fotossensível e não gostei do resultado. Trabalho e a qualidade não é boa.

Leva um tempão para você pegar o jeito do tempo, da camada, etc, etc.

A forma caseira que dá um resultado aceitável é a por termo transferência com impressora laser. Uma forma de corrosão que acho legal não usa percloreto e sim peróxido de hidrogênio e ácido clorídrico. O tempo de corrosão não chega a um minuto.

Olá Marco,

É sempre bom escutar opiniões diferentes.

Mas discordo em parte no que disse sobre a qualidade do resultado da tinta foto sensível não ser boa, quando não se obtém bons resultados, provavelmente a técnica ou os materiais foram usados de forma errada.

Eu usei o método de transferência de toner por muitos anos,  e também é necessário algumas tentativas para pegar o jeito, mas depois que se pega a manha o resultado é aceitável.

A mesma coisa pode ser dita para a tinta foto sensível, onde se deve observar uma série de regras e tentativas, para se obter um resultado final ótimo que na minha opinião vale todo o esforço. 

Quando se deseja obter um acabamento impecável ( o meu objetivo ) não apenas na parte do cobre, mas incluindo uma máscara de solda e legenda de componentes, ou se parte para serigrafia (mais próprio para grandes lotes) ou se aprende a usar tintas foto sensíveis, ou então usa-se os dryfilms.

Abraço.

Eu comprava uma placas pré-sensibilizadas com uma camada de tinta foto-sensível, e era só imprimir uma transparência numa impressora a jato de tinta, com a tinta bem forte, levar à luz e colocar para corroer. 
Mas as tais placas acabaram saindo do mercado e não se encontram mais à venda. 

Tenho que aprender como eu mesmo posso sensibilizar com tinta foto-sensível estas placas, pois este para mim é o método caseiro, mais confiável que existe e as placas que já fiz, ficaram boas. 

Olá Bulek,

Preparar as placas é fácil, o mais importante é obter uma camada uniforme sobre a placa, ou usando centrifugação ou por meio de uma tela de silk screen virgem. O primeiro método é melhor para a tinta ácido resistente, para a máscara de solda e legendas recomendo a tela.

Abraço.

Eu ainda não experimentei, mas li que tem gente passando a tinta na placa, secando, embrulhando em papel alumínio e guardando a mesma para usar em outra ocasião.

Basicamente o que fazem as empresas que comercializam placas pré-sensibilizadas, passam a tinta, e cobrem com uma camada fina de plástico e papel preto para evitar incidência da luz. 

Eu estou começando agora e já estou quase desistindo. Estou tentando por termotransferência, mas não estou conseguindo de forma alguma. Já tentei com transparência e papel glossy, ambos em impressora a laser e enegrecedor. Quando faço a transferência para a placa, algumas partes ficam perfeitas, mas outras não consigo por nada transferir. Fica tudo grudado no papel.

Estou fazendo testes com esse arquivo http://fritzing.org/media/uploads/FritzingLabTestPCB.pdf mas tá osso. Olho vídeos na internet e o pessoal consegue fazer a transferência 100%.

Já passei ferro muito quente, médio, fraco, pouco tempo, muito tempo, etc e não consigo por nada. Alguém tem alguma dica?

RSS

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2017   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço