Boa tarde galera,

Depois de muito bater cabeça para resolver a situação, vou ter que recorrer aos amigos universitários.

Estamos trabalhando a alguns meses em um projeto para ligar e desligar luzes de hotel.

O sistema se baseia em 45 arduinos nanos, 45 relés, 4 arduinos UNO controlando os arduinos nanos e 2 arduinos principais, controlando todo sistema, um recebe sinal e outro envia. Estes arduinos estarão futuramente conectados a um software que fará o envio do sinal pelo arduino uno mestre que enviará um sinal de high ou low a um arduino nano, o nano acionará o relé e que por fim irá acionar uma contatora.

Problemas que resolvermos, apenas 1:

Delegação de sinal aos quatro controladores(arduinos UNO que controlam o sinal para os nanos), resolvemos com uma porta analógica OR que delega o pulso para cada arduino nano evitando assim o loop de informações.

Depois descobrimos que todos grounds dos arduinos precisam estar juntos para que possam se comunicar devidamente entre si, testamos com placas jumper (uma placa com vários pinos interligados, brilhante idéia do meu colega) que funcionava, porém, os cabos não ficavam fixos devidamente na placa o que ocasionava mal funcionamento do sistema. Colocamos por fim bornes de mola, utilizados em quadros de comando, porém, após isso, os arduinos pararam de comunicar entre sí, e tem apresentado problemas.

O que fazer?

- Existe uma pequena volta de corrente no GND dos arduinos 0,01v. (como corrigir? é o ocasionador do problema?)

- Minha dúvida mais cruel, o Arduino POSSUI TERRA? ou o GND é apenas um polo negativo?

Se  não consegui me expressar direito, por favor avisem, estamos com o projeto parado e para variar precisando entregar.

 

Exibições: 148

Responder esta

Respostas a este tópico

Olá, parece ser um projeto bem grande. Fica uma dúvida minha, somente por curiosidade, é 1 arduino nano controlando apenas 1 rele? E como eles estão se comunicando? i2c?

coloque tudo no mesmo potencial. (neutro da rede, GND dos arduinos e GND das fontes de alimentação dos arduinos)

depois me conta

GND é unico e deve ser unico. Vc liga toda a referencia nele. Se tiver um terra, ligue nele também. É uma norma. 

Caso queira se aprofundar na problemática continue lendo..

Vejo que vc está fazendo comunicações de longa distancia, vale saber:

- Todo fio tem alguma resistência, vamos considerar que tenha 1R (1 Ohm) um determinado trecho para pensar.

Os multímetros normais não são capazes de medir essa resistencia. Se quiser mesmo medir sugiro usar uma fonte, uma carga e um multimetro. Por ex use uma lampada de seta e uma fonte 12V. Passe pelo fio a corrente da lampada, meça, e meça tb a queda de tensão no fio. 

- Quando vc faz passar alguma corrente por um fio aparece uma tensão sobre ele, dada por U=RxI. ou seja, para 1R 1A vai aparece 1V.

- Se vc trafega num cabinho manga por ex 4 fios:

1) 12V

2) TX

3) RX

4) GND

E esses 12v batem 1 relé (50mA) esses 50mA vão passar nos 12V e no GND.

Só que nossa referencia é o GND ! Então entre o GND do transmissor e do receptor, no exemplo do 1R podem aparecer 50mV (0,05V).

Isso é desprezível na maioria dos casos, mas deu origem aos protocolos elétricos:

- RS232, onde vc tem niveis lógicos de saída de +12V e -12V sendo que o receptor mede apenas o sinal da tensão. Sendo assim se chegarem +3v e -3v já ta valendo. 

Parece ótimo, mas caiu em desuso por 3 motivos:

1) Essa perda acentuada de tensão não existe mais. No tempo em que o protocolo foi criado alem da resistencia do fio havia uma resistencia parasita de perda de isolação (baixa qualidade da borracha usada, antes do uso dos derivados de petroleo). Esse problema foi resolvido (fios com capas de materiais tecnológicos).

2) Com melhores condutores os fios e isolamentos podem ser mais finos, acentuando as capacitâncias parasitas nos fios. Essas capacitancias ficam entre um fio e outro e entre um fio e o GND. Um degrau de tensão de -12V para +12V passa por esses capacitores com facilidade, gerando ruído. 

3) Precisa de -12V para funcionar. No tempo das fontes a transformador até que ter o -12V era suave, mas agora com as fontes chaveadas fica dificil arrumar ele para alimentar o integrado. Tem até um integrado que faz a inversao (MAX232). 

- RS485/422, onde vc manda uma corrente, por ex 20mA. A vantagem é que a corrente percorre todo o fio (vai, passa por um resistor no receptor e volta). A tensão colocada no fio é aquela que faz fluir 20mA. Se vc incluir resistencias no fio não importa, sempre vai ter 20mA. O transmissor gera uma forma de onda tal que tende a anular boa parte dos ruidos provocados pelos capacitores. 

Não é perfeito pq vc precisa de 2 fios para TX e 2 fios para RX. Mas é melhor.

* Esses 2 formatos são de comunicação, não há previsão de alimentação do circuito com o mesmo GND !

Ok, não sei que formato vc adotou, se foi um deles, mas está sujeito a toda essa problemática.

Mais opiniões:

1) 0,01V = 0V  Ta otimo.

2) Se parou de funcionar agora, tava tudo funcionando antes, não é nada disso. Eh alguma bobagem tipo queimou uma fonte...

3) Ok, falei pra ligar tudo junto... Mas tem uma possibilidade de melhorar desligando...

(*) Acontece que se vc tiver a corrente que alimenta seu circuito passando pelo mesmo GND de sua comunicação, pior ainda se houver um circuito série (uns 10 circuitos que são alimentados sequencialmente), imagine que o ruído gerado pelo processador e gerado pelos relés passará pelo GND, que é o mesmo GND da comunicação...  Pode ser que nesse momento seja bom:

1) Considerar separar, interligando somente no transmissor.

2) Engrossar ao máximo o fio GND, por ex ligando com um de 1,5mm2

Então, estão ligados todos no mesmo GND e o neutro da fonte está ligado no GND, Será que ai está o erro?
Eduardo, testamos com cabos de 200m a emissão do sinal do relé é bem tranquila, e o tamanho dos quadros de comunicação não passam de 60cm, pois estão todos no quadro, com exceção dos dois principais, que se comunicam através de um CAT7 com blindagem até os 4 controladores do quadro.

O fio do terra, estou usando um 2.5mm da fonte, aterrada no quadro e no terra da tomada.

Os gnds estão todos juntos em 5 bornes de mola de 6mm onde o neutro faz ligação em ambos.

Se aterrar os controladores de forma independente a comunicação não funciona, testamos isso a tempo atrás e não funcionou, foi preciso aterrar todos de forma comum.

Hoje tiramos os controladores e tentamos gravar os códigos novamente, amanhã vamos testar.

quanto a volta de corrente, achei 0.01v muito pequena, acredito que não interfira.

Colocamos carvão nas bordas do GND afim de amenizar o arco e por fim vamos refazer a OR.

Amanhã posto resultados, até lá aceito opiniões
rhaicmer braulio da costa, os arduinos nanos controlam um relé, e estão ligados a um pino digital do arduino controlador do quadro.

Obrigado por responder. Se possível, coloque fotos do quadro para que possamos entender a lógica melhor.

Respondendo sua pergunta sobre GNDs e NEUTROS, já trabalhei em um projeto veicula onde o GND da fonte era ligado na lataria do veículo juntamente com o TERRA e o NEUTRO sem problemas e acho que é assim que se deve proceder.

Você tem 45 arduinos nanos, não era viável substituir por um MEGA?

Cara, pensamos em colocar um mega porém, se ocorre algum erro no mega, todo o controle para sucessivamente a dor de cabeça é maior.

Escolhemos nano justamente para caso ocorra uma queima, apenas uma, ou parte do quadro fique funcionando.

entendi, foi por escolha mesmo, legal seu projeto. Parabéns.

Acho que já foram respondidas suas perguntas, mas qualquer dúvida estamos aqui!

Boa tarde M2GJ.

A melhor maneira de discutir um projeto é apresentar desenhos esquemáticos do mesmo.

Um desenho fala mais que mil palavras.

Poste aqui desenhos, fotos, codes, etc.

Assim teremos uma visão melhor e e um entendimento do seu projeto e dificuldade.

Mas se for colocar codes, lembre-se de anexa-los como arquivos.

Uma sugestão que faria para seu projeto, seria substituir os nanos por ESP8266-12E, e usavria wifi

para a comunicação, dispensando assim GNDs comuns e fiação complexa.

Rui

Pelo que você explica, me leva a creer que você esta colocando tudo em um quadro que possui uma fase e um retorno, e você esta ligando esta fase e retorno em cada rele, para que estes funcionem como interruptores, ou mesmo ligados em paralelo com os mesmos.

Como não esta descrito nada, continuo com meu raciocínio, lamentavelmente já comprou tudo, mas poderia ter resolvido isso de uma maneira pratica e inteligente usando a tecnologia que vai predominar em todo tipo de automação futura, usando por exemplo ESP8266, linguagem MQTT e modulos rele, sem usar cabos e com possibilidade de supervisionar e ligar remotamente todos estes pontos.

Segue meu canal no youtube.

Meu canal aqui

Boa sorte.

Abs.

CK

Ainda posso utilizar os módulos wifi, sem problema algum, só preciso integrar os mesmos.

É um projeto e projetos podem ser mudados, produtos finais, não.

Vou verificar a possibilidade dos módulos.

RSS

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2017   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço