olá amigos garagista, necessito ler sensores analógicos que estão a uma distancia considerável do Arduíno, como posso fazer tal leitura sem perda de sinal?

é possível transformar em sinal digital (já que esse pode percorrer maiores distâncias)? 

e em ultimo caso, seria uma solução investir no modbus?

o sensor é um de umidade e pode está a mais de 1km da placa.

agradeço toda e qualquer ajuda!

Exibições: 304

Responder esta

Respostas a este tópico

sinal de celular sim, mas é fraco. acho que investir em gsm pode sair meio caro, já que não é apenas um sensor.

Bom dia VM,

Vc não deu detalhes dos sensores e como eles estão ligados, e nem que tipo de instalação 

será feita. Amadora, comercial, industrial, etc.

Vou dar uma sugestão que dependendo das conexões destes sensores pode ser implantada.

Use conversores de Fibra óptica em ambos lados, e cabos de fibras ópticas.

https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-868907400-conversor-rs232-f...

Voce pode usar até 20 Km de distancia entre os equipamentos.

RV

bom dia RV!

Siga as sabias palavras dos colegas, essa do modem foi otima. Podia ter kit modem para Arduino.. Afinal vc economiza muito na fiação. Com um modem 9600 daria pra fazer muuuita coisa com apenas um par de fios.

Pensando mais baixo ainda existe o DTMF, para quem tem facilidade para passar fios mas é limitado pelo custo do fio.

O DTMF é o tom de discar. Existe um codigo para cada digito. Um integrado bem barato é responsável pela decodificação. Para codificar vc não precisa de nada. Apenas a saída PWM e uma interface de audio. Pode ser um transformador de telefonia. Se vc pretende apenas passar a umidade do solo pode ser uma ideia também.

Um protocolo poderia ser algo assim:

O transmissor manda "#01" na linha e o outro lado responde "*45" por exemplo.

Onde 01 é o codigo do aparelho sendo consultado e o 45 o resultado da leitura.

Todos os aparelhos ficariam numa eterna "linha cruzada". 

Exemplos de uso:

Gerador:

https://playground.arduino.cc/Main/DTMF

Receptor:

http://www.instructables.com/id/Using-MT8870-DTMF-Decoder-With-Ardu...

Não ligue para a bagunça no protoboard do exemplo. O que vale é o decodificador. O kra se complicou ao ligar um LCD em protoboard.

Caro Marcondes, seria uma boa se criassem um shield com um modem integrado, assim distancias de 5km poderiam ser facilmente resolvidos, se possivel ainda colocar um multiplexador para poder enviar dados de varios outros sensores.Acho que seria uma soluçao absolutamente barata, principalmente para fazendas e sitios ou locais que pode-se instalar cabos de telefones.

Dei uma pesquisada, não tá facil...

Integrados de modem estão muito valorizados, vide:

http://www.mouser.com/ds/2/368/si3056-9992.pdf

Que custa US$6,00... Ta mais caro que um ESP8266 inteiro.

Alguem sabe qual integrado modem as maquininhas de cartão de credito usam ? Ouvi falar que antigamente eram demoradas e houve uma revolução no tempo de aceitação pq trocaram um chip inteligente, que fazia aquele protocolo de classificação de qualidade de linha ("poim pium, taaaa, xiiiiii") por um burro muito mais barato que tinha apenas a velocidade minima necessária para funcionar.

Mas para ler um sensor aqui ou outro ali acho que fica suficiente o DTMF. Ele não erra. Dá pra fazer umas 10 leituras por segundo, que para umidade é show.

Outra, como o colega disse, seria usar o 4 a 20mA, funciona. Não sei se para essa distancia precisa de cuidados especiais. Mas com um cabo de rede vc puxa dados de 8 sensores de uma vez (4 pares).

Fica assim:

Radio: Pode ser lindo mas pode simplesmente não funcionar. Precisa de alimentação de qq jeito. Vai ter que passar fio pra alimentar de qq jeito ou gastar com placas solares, que podem ser mais caras que fios. Depende. 

Modem: Teria que ter um para para cada ponto. É ponto a ponto (cada fios sai do modem no sensor e entra no modem no receptor=2 modems por informação). Deve funcionar mas é caro e exige projeto analogico. Não sei...

DTMF: Acho que dá pra fazer ponto multiponto como em uma imensa linha cruzada. Nunca testei. Pode dar certo, mas é inovação com coisa antiga. Baixa velocidade, barato. Menor quantidade possivel de fios. Pode não funcionar.

4a20mA: (Sugestão do Teodoro Oliveira, logo abaixo) Ponto a ponto, implementação dentro dos limites do protocolo. Parece uma boa. Para converter para 4a20 existem interfaces no mercado ( XTR111 RCV420, etc). Pode ser usado cabo de interfone, cabo de rede, cabo de telefone trançado (aquele americano chapado RJ11 não pode). Parece otima opção.

RS485: Para baixas velocidades (1200bps por ex) pode funcionar bem. Está alem dos limites da especificação mas vale estudar mais. Parece otima opção mas exige cuidados como repetidores de sinal.

https://en.wikipedia.org/wiki/RS-485 <-Fala em 1200m Mas se baixar a velocidade vai mais longe..

Uma tecnologia nova (e sofisticada) para esse tipo de aplicação são as rede LORA (RF) que atingem grandes distâncias.

https://www.embarcados.com.br/lora-nb-iot-e-sigfox/

https://docs.mbed.com/docs/lora-with-mbed/en/latest/intro-to-lora/

Elas estão se popularizando (e barateando) aqui no Brasil

Quando trabalhava em um companhia de rede eletrica no RJ, nos trabalhavamos muito com enlace de radio, vc nao precisaria usar o radio do sistema movel, pode-se criar o proprio sistema de radio, para transmissao de dado, o problema e que radio em muitas vezes da muita bronca e exige muita manuntençao, via cabo e muito mais seguro

Adriano, boa tarde!

Realmente.

Estabelecer uma comunicação RF a longa distância é o "cão chupando manga". Pode dar muita dor de cabeça.

Nesse caso, 1 KM de distância é pouco. Talvez não seja tão problemático.

Mas seria necessário fazer um estudo para conhecer a geografia e infra-estrutura do local

Jose Augusto, tem vezes que um enlace de radio se faz mil maravilhas, principalmente se o local  tiver um visa direta com o ponto de recepçao. Mas tem vezes que e um Deus nos acuda. No caso da companhia eletrica, era mais complicado pois trabalhavamos com sinal de regeneraçao em pontos intermediarios, ali pela banda da regiao de niteroi, e tinhamos que manter o sinal ate Angra dos reis e buzios. As estaçoes no rio de janeiro sao toda automatizadas, um supervisorio lê os dados da estaçao e envia para a central em niteroi. Ate hoje deve ser assim.

Adriano Ok. Obrigado pelo alerta.

Descartada essa opção.

Fica apenas como dica ...

se trabalhar com sinal analógico 4-20mA você pode ultrapassar essa distância.

RSS

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2018   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço