Bom dia galera, mais um projeto que está no forno.

Todo sonho de um hobista em eletrônica é criar suas placas de circuito impresso sejam elas um protótico ou uma placa definitiva.

Pois bem para encurtar a conversa e meu desafio. Quando iniciei eletrônica a bons anos atrás, fazíamos nossas montagens em ponte de ligações (creio que nem exista mais) ou em placas. Geralmente eram feitas a mão com caneta especiais ou senão com decalques. Este assunto já foi muito discutido tanto aqui no fórum e tantos outros lugares.

Acontece que com a modernização, vieram outras facilidades de se obter uma placa perfeita.

Tentei e consegui bons resultados com a transferência térmica, porém nunca acertava o time correto e sempre algo de errado saia, mais para trilhas grossas, sempre acabava saindo.

Mudei para o método da tinta fotosensível, onde nunca consegui fazer a mágica da remoção da tinta após a sensibilização. Tem vídeos na net que a pessoa, após a exposição da placa a luz ultravioleta, mergulham a placa na solução de barrilha leve (carbonato de sódio) e retira o excesso com a maior facilidade (isto nunca consegui fazer). Já experimentei mudar tempo de exposição, mudar mistura da solução de barrilha, enfim não consegui bons resultados.

Pesquisando mais na net, me chamou a atenção o método com Dry Film, que assemelha a tinta fotossensível. Comprei o material e fui aos testes. Muito bom resultado, embora o segredo todo parece estar na laminação, do resto até o momento parece o melhor método para quem sonha com as tais placas.

Fiz uma outra pesquisa rápida na net e juro que decepcionei com os preços de uma laminadora (plastificadora), aí porque não tentar fazer uma ? E eis o desafio.

Com apenas 20,00 comprei uma unidade fusora da impressora laser da Lexmark 342. Perfeito, tudo o que se precisa. Dois rolos, uma super lâmpada que aquece o rolo de alumínio  e tudo reunido num pequeno espaço que será depois acondicionado numa caixa e com custo bem baixo.

Eis a laminadora:

 

    

O primeiro desfio foi a parte mecânica, onde através de duas molas pude ajustar os cilindros.

O segundo desafio foi em acionar este rolo (movimentar) e acreditem este pequeno e singelo motor de passo 28BYJ-48 (graças ao redutor) e o driver ULN 2003, deram conta do recado.

Gostaria de fazer uma programação no arduino (meu fraco) e espero a contribuição de vocês.

Ficaria assim:

botão L/D (3) - Um único botão para ligar e desligar;

led 1 (4) - verde;

led 2(5) - vermelho;

relé 1 (6) - (ligar lâmpada);

relé 2 (7) - (ligar cooler);

stepper motor; (8,10,9,11)

O ciclo seria:

Ao primir o botão 1; ligaria o led 1 (indicando que o sistema foi ligado) e o relé 1 (que ligará a lâmpada para aquecimento do cilindro);

Após um tempo determinado (ex. 10 segundos); permanecem ligados L1 e RL1 e liga também L2 (dizendo que a lâmpada foi aquecida e o motor foi acionado) e o stepper motor  numa velocidade

a ser definida em único sentido).

Ao primir novamente o botão 1, desliga o rele 1. e o led2 e ligando o relé 2, mantendo ligado o motor stepper e o led1. Após 30 segundos desliga o motor stepper, o led 1 e o relé 2, estando assim pronto para mais um ciclo.

Este projeto está aberto a discuções e sugestões. Espero poder contar com a ajuda dos mestres em programação. 

Uma foto do motor stepper:

  

Exibições: 875

As respostas para este tópico estão encerradas.

Respostas a este tópico

Olá José, estou acompanhando esse desenrolar agora (hoje). Vejo que o problema de apagar o led, ainda persiste. Como aqui no serviço tudo é bloqueado, só pude analisar o código disponível nas postagem.

O que percebi foi que somente a variável "ledState" assume o valor "LOW". Mas é preciso "setar" a saída do arduino em que se encontra o led ligado, com esse estado, usando o "digitalwrite(<pino>, <estado>).

Se isso já foi solucionado, deixe para lá ;-)

Se eu puder ajudar em alguma coisa...

Já não tenho mais cabelos para arrancar durante esses processos de produção de PCB. Caneta, Ferro de passar roupa... por último estou brigando com tinta foto sensível. Tomei conhecimento desse "papel termico" esse semana.

Estou torcendo para que esse projeto dê bons frutos :-)

Obrigado Marco Antonio,

Foi com a preciosa ajuda de nosso amigo Rui Viana aqui do LdG que terminamos o código.

Estou em fase de montagem e por enquanto indo a 100%.

Realmente estes processos como caneta, transferência térmica e até mesmo a tinta fotosensível são bastante desgastante. 

Antes do dry film, a melhor que obtive bons resultados foi a tinta, mais até o momento como já disse, apanhava para retirar o excesso depois da exposição. 

 

Já é a terceira placa que faço com o dry film e realmente é um processo bem mais simples e rápido que os outros. 

Fora dizendo que a tinta você tem de saber o ponto certo desde a centrifugação, ,secagem para exposição, a própria exposição aos raios UV e depois a retirada do excesso para a corrosão. Já fiz um montão de teste, cheguei a fazer tabela com tempo de tudo. Apanhei e não obtive um resultado 100%, além de ser um processo mais fiel que o da transferência.

Mais depois posto as fotos e o resultado,

Valeu.

 

Como prometido, depois tem mais:

 

             

José Antonio bom dia, 

Tá ficando muito bom.

Depois quero ver as placas PCI fabricadas com essa laminadora.

Abraços.

Testes primários com relés e saídas já estão 100%.  

      

 

Faltam ajustes na temperatura, tempo de resfriamento e tempo de aquecimento. Do resto a laminadora está quase pronta. 

Tem fusível ? No caso de um curto circuito.
Tem termo disjuntor ? ( se exceder a temperatura, o circuito é desligado.

Boa noite Murta, 

Pelo incrível que pareça tem sim. Eu havia esquecido mais quando procurei um para instalar, vi que a parte da potência já havia um bom térmico.

Se não chover amanha termino e faço um vídeo ok.

Está show.

Ajustada a terminada, 

Agora posso laminar as placa com o Dry film. 

 

 

Um pouco do processo, como sou péssimo locutor fica somente o vídeo sem áudio. 

Abraços e fica ai o agradecimento a todos do LdG (osé Murta, Akira Sato, Tiago Alexandre e Marco Antonio) em especial ao meu amigo Rui Viana. 

https://youtu.be/fcHUiuvgKQA

RSS

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2017   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço