Boa noite, estou fazendo um projeto é preciso que o sensor me retorne HIGH( sinal>3V ) quando acionado, porem quando ele é acionado ele me retorna  apenas 0,5V ficando somente em estado de LOW, alguem sabe me dizer oque posso fazer ?

Exibições: 107

Responder esta

Respostas a este tópico

Boa noite UMP,  (se não gosta que te chame pelas iniciais, avise),

faça um exercício de empatia, imagine que você está lendo esta descrição da dificuldade que a

pessoa está tendo.

Você seria capaz de ajudar esta pessoa com estas informações fornecidas?

RV

kkkkkkk sem problemas, acho que ficou meio confuso mesmo mas, a ideia é que eu preciso ampliar o sinal que o arduino recebe do sensor. 

Ele manda apenas 0,5 v eeu preciso de no minimo de 3V 

Que sensor, como está ligado, etc etc?

RV

Estou utilizando um sensor indutivo da Honda Cg, para calcular o RPM de um prototipo

E se ao invés de tentar ler um sinal digital HIGH ou LOW, o sistema puder ler um sinal analógico pela porta analógica do Arduino. Assim seu programa poderá interpretar a tensão lida na porta e decidir o que fazer.

o problema é que na minha programação eu utilizo uma função attachinterrupt que interpreta apenas o sensor HIGH 

utilizo ela pq nao posso perder nenhuma troca do valor, pois vou calcular o RPM

Imagino duas soluções:

1- Mudar a lógica do programa Arduino usando um loop infinito que vai olhar a mudança de valores em uma porta analógica. Tem que saber a frequência máxima do seu sensor que certamente é muito inferior ao loop() rodando constantemente. Aqui vale entender os limites da porta Arduino em termos de tensões de entrada para não queimar a placa em caso de algo sair fora do planejado.

2- Usar eletrônica externa ao Arduino para ativar a porta digital. Isso pode ser obtido com transistores e resistores corretamente calculados em uma configuração de tensão de alimentação constante e confiável. Ou por meio de Amplificador Operacional em configuração de comparador. Ambos precisam de uma fonte de tensão constante e bem filtrada - pode ser da bateria de moto, por exemplo.

Como disseram os demais, é necessário que se entenda claramente as especificações do sensor indutivo. Talvez usar um osciloscópio pode ajudar nessa tarefa. Sensores indutivos de RPM e Velocidade costumam gerar AC com amplitude variável.



Bom dia Ullian,

Como você mediu esse sensor da sua moto CG? 

Primeiro, você vai precisar identificar as características do sensor. Qual modelo e ano de fabricação?

Algumas informações que eu encontrei :

MOTO CG 160 FAN

Limite máximo de ruído para fiscalização de veículo
em circulação:
83,4 dB (A) a 4.000 rpm

Regime de marcha lenta:
1.400 ± 100 rpm

Potência máxima 14,9 cv a 8.000 rpm (gasolina)
15,1 cv a 8.000 rpm (etanol)

Moto CG 125 - Manual de serviço

Acabei fazendo mais teste aqui e descobri que quando faço a medição entre o VCC e o sinal obtenho oque eu preciso pois ele passa a me dar 0v quando nao acionado e 5V quando assionado, porem isso foi verificado com o multimetro, preciso de achar um jeito de tornar o Vcc como referencia agora 

Você fez a medição com o multimetro com o motor desligado e sem Arduino conectado?

Para fazer medição do sinal com o motor em funcionamento, precisará de um osciloscópio.

Recomendo que faça isso, para ter certeza do tipo de sinal que esta capturando. 

Você não informou o modelo e ano da sua CG ! 

Na verdade eu so estou usando o sensor da CG o projeto mesmo é pra um prototipo de carro que estamos fazendo, a medição foi feita com o sensor fora do carrro, testando o funcionamento do sensor mesmo 

OK, então informe as especificações do sensor .

Link, fotos, etc. 

RSS

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2020   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço