Bom dia pessoal !!!

Estou tentando desenvolver uma fonte aqui mas está difícil!!!! Se possível gostaria da ajuda dos mestres da eletrônica que temos aqui kkkk!!!! 

Venho trabalhando no circuito em anexo para a regulagem da fonte, mas quando ligo minha carga (ela é variável, ou seja, não tem uma potência constante ela varia de uA até 400mA) minha tensão zera. Minha maior dificuldade é devido a variação da potência da carga.

Se alguém puder me dar uma ajuda eu agradeceria muito!!!

Exibições: 93

Responder esta

Respostas a este tópico

Boa trade Lucas, 

Você já deve saber que esse tipo de fonte oferece perigo de choque, pois um dos terminais da fonte poderá o fio FASE! Muito cuidado e evite tocar nas ligações. 

Não entendi o circuito do Amplificador operacional com o transistor Q1. O seu objetivo era regular tensão? 

Qual é a tensão de saída pretendida em RL?

https://www.daenotes.com/electronics/industrial-electronics/dc-volt...

Obrigado pela disposição da ajuda, vou tentar explicar meu intuito.

Minha saída é de 5V, eu fiz esse seguidor de tensão (buffer) apenas por causa da alta impedância de entrada do Amp, mas pensando melhor, o meu circuito já está regulado pelo zenner, então acredito que realmente está no circuito sem necessidade, o transistor eu usei nessa configuração de base comum pra corrente da carga passar sobre ele e não sobre o zenner de 5V1, porém fazendo alguns testes aqui nem os Zenners 24V que eu usei aguentam, essa minha configuração não está legal mesmo.

Tentando entender esse circuito que você indicou, não consegui entender muito bem o papel do amplificador e esse error detector na entrada inversora, isso é mais ou menos uma ideia de fonte com controle de feedback?

Lucas, exatamente isso! 

O amplificador operacional mede a tensão de saída e compara a tensão de referência do Zener. 

Dessa forma, a saída do Op. Amp controla o transistor. 

Olá.

  Não gosto de desincentivar mas as vezes entendo que é preciso e faço, me arrependo as vezes, mas acho que é dever de quem pretende ensinar.

  Aprendi na escola (a uns 35 anos) que fonte sem transformador não deve ser usada por medida de segurança e economia. 

  Entendo que elas são extremamente perigosas e não são tão baratas nem pequenas se vc pegar para analisar mais profundamente.

   Veja que o C1 "segura" boa parte da tensão foi todo calculado baseado numa senoide. Acontece que a rede não é assim. Se vc ligar um liquidificador no mesmo circuito já vem um ruído de alta frequencia que passa como um curto pelo C1, R2 não segura e vai elevar esse seu 24V para uns 80 fácil.

   Se a entrada for 127V o retificado pode chegar a 127*sqr(2)= 180V para uma senoide de frequência alta. Se não for senoide é uma composição de senoides (conforme Laplace).

   E mais obvio, o que vc chama de GND na verdade dá choque. Já é contra qualquer regra de projeto.

   Claro, é possível usar sempre carcaças de plastico, dar outros jeitos, mas a fonte sem transformador só se justifica por economia. Se vc vai dar todos esses jeitos vai acabar extrapolando o custo de um transformador.

   Recomendo por uma fonte barata, de fita de LED, 12V e depois regular com regulador linear mesmo (78xx), nada de invenção com ampop+transistor. Rapido, barato, confiável e fácil para até 500mA. Se for mais use regulador chaveado, dissipador é mais caro que modulo de fonte chaveada. Sem inventar a roda.

Concordo com o Eduardo! 

Fonte sem isolamento é um barato que pode sair muito caro para um desavisado! 

É a mesma situação do forro de gesso que fez o Gugu Liberato cair de uma altura de 4 metros e morrer! 

Economia porca! Me desculpe a sinceridade. 

Dei uma pesquisada aqui e encontrei o modelo de fonte chaveada com conversor Buck, para regulagem de tensão a partir de um PWM, acho que conseguiria adaptar no meu circuito, mas ele é um conversor CC/CC, como faço para retificar minha entrada para conseguir alimentar esse circuito, eu gostaria de usar o LM2575, eu fiz uma topologia aqui mas estou com medo de alimentar kkkk, gostaria de saber a opinião dos senhores.

LM2575.png

Olá Eduardo, muito obrigado pela sua resposta, mas deixa eu me justificar.

Eu entendi perfeitamente sua colocação e em hipótese alguma você me desincentivou, muito pelo contrário, está me alertando de um futuro problema que posso ter, mas é o seguinte, meu maior problema é os espaço, economia é sempre bom mas em um produto com custoXbenefício, nesse caso é o espaço, eu preciso montar um produto que caiba em 18cm², 60mm X 30mm, infelizmente não consigo colocar um transformador para isolar meu circuito, ou seja, apesar de tudo, ainda sim preciso de uma solução compacta para a alimentação do meu circuito. Se você tiver alguma outra sugestão eu agradeço. Meu projeto se limita nesse tamanho pois meu produto deve entrar dentro de uma caixinha de alvenaria 4X2 e é ai que vem meu problema.

Eu comprei essa fontezinha do link abaixo para usar por enquanto, porém não gostaria de ficar refém de uma marca específica entende, gostaria eu mesmo projetar minha fonte, então tomando como base essa fonte de 3W de potência em uma área tão compacta, você teria alguma ideia de como poderia tentar algo parecido? procurei alguns materiais de fontes chaveadas mais compactas assim, mas é dificil de achar e sei que um fonte desse tipo não é nada fácil de se projetar em material de base.

https://www.usinainfo.com.br/fonte-de-alimentacao/mini-fonte-hlk-pm...

Agradeço desde já!!!!!

Essa fonte que o Lucas citou é perfeita pro seu caso!

Veja o que já fiz com ela:

Dentro de um filtro de linha de 3 tomadas tem (pela ordem), um ESP8266, um relé e uma fonte 5V.
A ideia desse troço é dar reset no aparelho da Vivo que temos no condomínio. Eles (são 3) ficavam precisando desligar e religar da tomada ao menos 1x por mes. Agora o proprio esp pinga sites pra saber da saude da conexão. Se ficar 3 minutos sem conexão ele dá um reset (desliga e liga). Pra fechar ele a cada minuto atualiza por mqtt um painel. Se ele cair de vez avisa o rapaz da adm pra chamar a Vivo.

Nunca mais ficamos sem internet nos espaços, gente subindo em escada pra puxar da tomada, coisas assim.
Curioso que por ex em casa o aparelho é identico e nunca precisou ser resetado, mas é a vida. É reset que cura ? Vamos dar reset.
Antigamente tinhamos apenas 1 para tudo (espaços, cinema, garagem, piscina, etc, etc, achavamos que era por isso que travava. Dividimos a carga em 3 contas, mas mesmo assim travava... Não trava mais.).

Sim essa fonte é muito boa mesmo, já utilizei ela em algumas aplicações, porém não gostaria de ficar refém de uma marca, você acha muito difícil projetar algo similar?

Vc pode usar qualquer uma.

Essa:

https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-812001190-mini-fonte-conver...

Ou desmontar essa, que tem uma similar dentro: 

https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1289198953-fonte-5v-1a-esta...

É uma questão de gabinete.

Essa chinesinha já é encontrada em vários lugares, sites do Brasil, lojas físicas, direto da China, acho difícil ela sumir do mercado.

Se quiser fabricar a sua também pode ser uma saída, mas fontes chaveadas são chatas. Eu não faria, também não digo nunca, mas não faria. É uma briga que pode ser evitada. Digo: Por ex o manual manda usar um diodo estranho. Vc não tem o diodo e coloca qualquer um, aí em 10% das fontes quando esquenta ela queima e manda 30V para a carga (por exemplo).

Alem de que possivelmente vai ficar similar e custar mais que a placa do primeiro link. 

Forum é um lugar para opiniões, essa é a minha. Entendo que vc possa ter uma diferente, muitos aqui podem ter ideias diferentes. Pode inclusive ficar rico só fazendo fontes, afinal poucas pessoas fazem.

Blz Eduardo, muito obrigado pela sua ajuda, acho que minha saída vai acabar sendo esse mesmo, e esperar que essas fontes nunca saem de mercado kkkkk. Muito obrigado!!!!

RSS

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2019   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço