Ou melhor dizendo - Tentando desvendar Controle Remoto RF.

Depois que consegui fazer funcionar o Analisador Lógico com o Arduino, tenho feito várias verificações que sempre quis fazer. Fiz uma análise de controle remoto usando a Luz infravermelha e agora estou fazendo uma análise mais apurada de controle remoto que usa Rádio-frequência RF).

Tutorial - Analisador Lógico com Arduino:

http://labdegaragem.com/profiles/blogs/tutorial-analisador-l-gico-c...

Decodificando Controle Remoto infravermelho:

http://labdegaragem.com/profiles/blogs/6223006:BlogPost:315534

Já li em vários Blogs do Lab de Garagem, que muitos desejam usar o Controle Remoto RF com o Arduino.

Para a minha decepção e acredito que  muitos se decepcionarão também, os controles remotos atuais são criptografados.Por isso, alguns já tentaram usar e falharam.

Para entender melhor, fiz uma análise do Controle Remoto do fabricante Rossi. (aciona a abertura e fechamento de portões de garagem). Esse controle usa o chip HCS201 da Microchip:

http://ww1.microchip.com/downloads/en/DeviceDoc/41098c.pdf

Possui dois botões (chaves) S0 e S1. A frequência da portadora é de 433,92 MHz. Usa uma pilha de 12V.

O link da Rossi portões, com os circuitos de controle de portões:

http://www.rossiportoes.com.br/produtos/120-central-de-comando.html

Lendo o data sheet do chip HCS201 da Microchip, percebi que a tecnologia usada é bem segura.

Ele é bem versátil - cada chip tem um número de série programável de 28 bits e uma chave de criptografia de 64 bits (acredito que é impossível descobri-la) . Essas informações são gravadas pelo fabricante do controle remoto (no caso a Rossi).

Cada transmissão tem um código diferente, por isso, se o circuito receptor não souber a chave criptográfica do fabricante, não haverá rotina de decodificação que permita identificar qual código foi transmitido. Fiz vários testes e comprovei ! Pressionei várias vezes o botão S1 e a cada momento o trem de pulsos era de um formato diferente.

Seria possível usar o controle remoto, desde que usasse um chip programado pelo desenvolvedor.

Assim a rotina de decodificação usaria a chave gravada no chip.

Vejam que interessante as várias telas capturadas usando o Analisador Lógico com o Arduíno.

Minhas medições foram no saída TX OUT do chip HCS201. Alimentei o controle remoto com 5V para não danificar o Arduino.

Essa captura foi feita pressionando o botão S1 - taxa de amostragem de 5 KHz :

Vejam que tem 12 pulsos de preambulo para sincronização :

Taxa de amostragem de 10 Khz.

Os 12 pulsos de preambulo usam a largura de pulso de 780 us:

(taxa de amostragem 50 KHz) 

Para decodificar os bits 0 e bit 1 :

Esse é o formato do Bit 0 : (taxa de amostragem 50 KHz) 

E esse é o formato do Bit 1 : (taxa de amostragem 50 KHz) 

Exibições: 65473

Responder esta

Respostas a este tópico

OK, obrigado pela atenção.

Desvendando mais um Chip Encoder de Controle Remoto RF - o HT6026 da Holtek.

Esse é o circuito de teste no protoboard. Tirei esse chip HT6026 de um controle remoto antigo.

Esse é o datasheet do HT6026:

http://www.holtek.com.tw/pdf/consumer/6026v110.pdf

Ele pode operar com as tensões de 4 a 18V. Nesse circuito alimentei-o com 5V.

Tem 9 entradas de endereçamento. Essas entradas suportam 3 níveis lógicos, aberto, +Vcc ou GND(terra).

Portanto ele oferece 3 elevado a 9 = 19.683 combinações.

O frequência do oscilador é gerada com dois resistores e um capacitor.

Vejam abaixo a formula de cálculo da frequência:

Eu testei o circuito usando os mesmos valores do controle remoto que eu desmontei .

RS = 100K ohms , CEXT = 4,7nF, REXT = 47K ohms. A frequência medida foi essa ( 1,613 KHz) 

Pino 13 do chip.

Sabendo o formato dos bits :

Alguns trens de pulsos com Analisador Lógico para Arduino.

O bits estão na sequencia => AD0 até AD8 (da esquerda para a direita) 

Nesse caso deixei todas entradas de endereçamento abertas (AD0 até AD8) :

Nessa caso conectei as entradas AD0 e AD3 para o terra (bit 0) 

Nessa caso conectei as entradas AD0 e AD3 para o +Vcc (bit 1):

Mais algumas medições de períodos dos bits:

Entrada de endereçamento aberta :

Entada de endereçamento ligada ao terra:

E Entrada de endereçamento ligada ao +Vcc :

Olá Gustavo,

Já chegou a ver alguma coisa com o chip: 12F629?

Tenho um controle que gostaria de clonar que é de um ventilador: Ventilador

Será que é possível clonar?

Valeu...

Se usa um 12F629, é porque o código deve ter sido criado pelo fabricante do ventilador.

Acredito que possa ser clonado sim, pois não exige segurança.

Use o procedimento que eu usei, para decodificar os bits.

Gustavão,

Consegui pegar o sinal, como devo proceder agora?

Como faço pra pegar os bits e enviar pelo emissor?

- Faça várias amostragens do mesmo botão do controle remoto  para saber se o mesmo codigo é enviado.

- Faça amostargens dos vários botões (se tiver mais de um).

- Tente entender os bits se for possível. tente descobrir os tempos de cada bit.

- Ou então criei rotinas com os bits serializados no mesmo tempo que o codigo é enviado.

Como consigo os tempos de cada bit?

Tirei mais alguns prints de frequências e botões diferentes.

Me parece que sempre são iguais (para cada botão).

Sim , os codigos transmitidos são os mesmos para cada botão.

Assim fica mais facil.

O ideal seria decodificar os bytes, Veja que somente os ultimos bits são alterados.

Mas ai fica o desafio para você - isso demanda tempo.

Rs.... 

E qual o caminho das pedras pra decodificar os bytes?

Valeu

Veja no exemplo acima , o formato dos bits no no meu exemplo.

Tente identificar os periodos dos bits(vide acima).

No seu caso podem ser similares. Talvez os tempos possam ser diferentes.

Voce poderia fazer uma video aula demonstrando como fez, só de um botão ja daria.

RSS

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2018   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço