Bom dia a todos!

Estou pensando em um circuito que possui 2 partes:

Uma delas seria fixa, realizaria o controle de uma luminária e ficaria ligado e energizado todo o tempo.

A segunda parte do circuito é móvel, possuiria um display para mostrar informações sobre o status da luminária e também um led IR para receber e enviar comandos ao Arduíno (na outra parte fixa). Essa parte do circuito só seria energizada ao ser eventualmente plugado no restante do circuito por meio de um cabo.

Depois de pensar neste formato, fiquei na dúvida se esse arranjo pode provocar algum dano no Arduíno (ou em qualquer outro componente do circuito), já que farei a conexão/desconexão "a quente".

Existe algum risco em plugar essa segunda parte do circuito (LCD e o IR) dessa forma ?

Exibições: 90

Responder esta

Respostas a este tópico

Boa tarde EPO,

não vou poder opinar pois não entendi bem a descrição do seu projeto.

Sugiro que você poste desenhos sobre o projeto.

Desenhos falam mais que 1000 palavras.

RV

É mais ou menos assim:

Na figura abaixo, à esquerda, tem a parte principal do circuito com as fontes, o Arduíno, a luminária de leds, etc. Tudo isso ficará sempre ligado.

À direita tem um bloco (verde tracejado) com LCD e receptor de IR que ficará desconectado. Eventualmente pode-se ligar essa parte do circuito à outra parte. Nesse momento o LCD será energizado e será comandado pelo Arduíno, podendo mostrar informações sobre a luminária.

Minha dúvida é exatamente isso... essa conexão/desconexão com a parte do circuito ligado pode queimar alguma coisa? Pode causar mau funcionamento ?

Boa tarde EPO,

Não vejo problemas elétricos ao  ligar o display junto com o receptor IR na placa com Arduíno,

estado a placa com Arduíno já ligada.

Mas como a inicialização do LCD precisa ser feita após ela ser ligada, provavelmente, se mostrar

alguma coisa,  vai mostrar "lixo" na tela.

Ou você "resetará"  o Arduíno após conectar a placa.

RV

Não sei se é o que você pretende, mas na minha primeira impressão, para esse módulo manual eu colocaria outro Arduino se comunicando pelo TX/RX com o Arduino principal. Assim não vai ter bug ou travamento no display.

Ola.
Essa "conexão eventual" pode trazer riscos se vc ligar varios fios antes de ligar o GND.
Por ex se vc liga o VCC e os pinos de sinal não é possivel prever o que pode acontecer.
A principio... Pela pratica diria que não há problema. Não queima.
Convém criar uma armadilha mecanica para que o GND sempre seja conectado primeiro. Por ex se precisar de 5 conexões colocar um conector com 6. Aih vc usa 2 GNDs, um em cada extremo, se for um conector plano.
Digo uma coisa: Minha vida mudou depois que conheci o ESP32... Ele tem bluetooth...
Eu uso ele com wifi e uso o bluetoot para configurar. 

Não crio apps no celuar. Uso os principios da industra 4.0 no quesito "comunicação natural". O aparelho dá um "bom dia" e exibe o menu de opções, vou fluindo nele. Tudo pelo app de serial mesmo, rodando num android (iOS não consigo).

Assim eliminei todo tipo de tecla para esse fim.Não sei se caberia no seu projeto, mas é uma ideia.

Eduardo, obrigado.

Onde encontro mais informações sobre essa comunicação natural ( industria 4.0)? E que aparelho é esse que vc falou.... é um celular com app serial instalado? neste caso qual é esse app serial?

A industria 4.0 é um tema muito amplo, sugiro que veja:
https://www.youtube.com/watch?v=3ixQQ4elwm0

Um dos conceitos que evoluiu foi a comunicação remota com a maquina. Antes eram lampadas no painel, depois foi criado o painel remoto, onde as lampadas tinham copias numa sala de monitoramento, depois isso virou comunicaçao serial, depois um software, depois um software na rede, depois um software na internet, depois um aplicativo no celular e agora a px tendencia seria a comunicação natural. São exemplos a Alexa para a automação residencial (eu acho que o nome mais apropriado é controle remoto residencial, mas... Pq nada fica automático, só comandado), vide:
https://www.youtube.com/watch?v=Qy68XpEfY5U
No seu caso penso que não caberia toda um sistema de reconhecimento de voz, bastaria mensagem de texto. Muito mais simples. O texto pode fluir por bluetooth, numa interface similar ao que usamo por ex no DOS, onde vc dá comandos, ou mesmo com menus. 

Fiz um protótipo com isso, vou por aqui um vídeo, mas preciso por de volta na mesa (foi pra gaveta).
Dei um google, veio esse exemplo, seria isso, mas por bluetooth para o celular.

https://www.youtube.com/watch?v=4WmobfUgXrw

No celular vc roda qualquer programa de serial/bluetooth, uso esse:

https://play.google.com/store/apps/details?id=de.kai_morich.serial_...

Mas falei por curiosidade, sei que a pergunta não foi essa.

Pessoal, obrigado.

Não entendo de eletrônica e por isso pedi essa ajuda.

Numa antiga luminária eu tinha desenvolvido um App que usava bluetooth. Mas parou de funcionar quando troquei de aparelho celular.

Vou pesquisar um pouco mais a respeito das indicações. Eu queria manter esse módulo manual pois já tinha até encomendado uma caixinha em impressão 3D sob medida. Depois de encomendar é que pensei no possível risco.

Mais uma vez, obrigado pelas dicas.

Eduardo

RSS

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2020   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço