Como montar um sistema de irrigacao por gotejamento com arduino mega 2560

Ola, estou tendo problemas para montar meu prototipo pois nao sei como ligar todos os equipamentos juntos no arduino, sensor de nivel tipo boia angular, lcd robot com keyboard, mini bomba da agua modulo bluetooth hc 06 e sensor de umidade do solo. Se vcs puderem me ajudar ficarei muito grato ,desde já agradeco.

Exibições: 300

Responder esta

Respostas a este tópico

sugestão: de um passo de cada vez + youtube + google

fora isso, poste dúvidas pontuais que terás respostas

Acho que muitos aqui podem ajudar sim, mas como o Teodoro Oliveira disse vc precisa formular uma duvida.

Ainda, tive um sistema desses no passado, posso listar o que fiz para server de exemplo.

Veja a simplicidade:

Agua da rua -> Eltrovalvula -> Cano - > Adaptador param mangueirinha - > Gotejadores.

Eletricidade -> Timer ^

O timer no inicio era apenas um timer mesmo, desses comprados, depois troquei num arduino com sensor de chuva. Pelo tempo sem chuva ele escolhia entre não irrigar, irrigar 10mins e irrigar 20mins.

Usei produtos desses kras:

http://www.gardena.com/br/water-management/micro-drip-irrigation-sy...

Antes tentei fazer em casa sem sucesso. Tentei usar mangueira urethane furada com agulha quente por ex e não ficou bom. Pode ser que alguem com mais tecnica consiga.

Não deu pq cada furo gotejava de um jeito. Perto da entrada da agua era de um jeito, 20m depois era diferente. Comecei a fazer gambiarras do tipo levar a agua por 10m sem gotejar e depois começar os furos e tal, Não gostei dos resultados. Não foram péssimos, só ruins. Para gotejar no furinho é preciso baixa pressão e com baixa pressão no inicio da mangueira vc tem baixissima pressão no final por resistencia da passagem da agua na mangueira fina e perda de volume no gotejamento.

Para fazer irrigação por gotejamento com o aspersor correto é preciso alguma pressão. Se for buscar a agua num reservatório é preciso uma bomba. Se o reservatorio estiver acima da plantação vc precisa de uma bomba e uma válvula. Aconteceu comigo.. Resolvi trocar por agua da caixa e complicou. A pressão era insuficiente, adicionei uma bomba e aíh tinha 2 tipos de gotejamento: rápido e lento. Digo: Com a bomba desligada alguns continuavam gotejando.

O barato da coisa é a automação = tudo automático = não é preciso se preocupar com nada. Por isso não inclui programação ou interface.

O ambiente é hostil. Os sensores de umidade de solo tende a ficar corroídos. Quando usar faça energização dele e leitura 1x por hora por ex no maximo. 

Concordo plenamente, eu desisti de utilizar o sensor de umidade de solo depois que descobri que a corrosão dos sensores devido as leituras era muito alta e o sensor em si é muito sensível pro ambiente. Como solução eu inseri o modo automático e manual, como a seca na minha região é algo certo com intervalo de até 100 dias sem chuva facilita muito, com um pouco de observação, calibro o modo automático e caso necessario utilizo o modo manual.
se estiver chovendo é só desativar o modo automático se necessario.

Eu fiz um simplesinho com ESP8266 (wemos) + rele+uma válvula solenoide ligada na torneira, coloquei o horario de acionamento no código mesmo já que a aplicação só eu que vou usar, com um webserver obtenho os horários de acionamento da internet, e escolho o tempo que a irrigação vai ficar ligada no server usando o celular ou computador.

A vantagem da válvula solenoide de maquina de lavar é que ela é a prova d'água e não precisa se preocupar com reservatório

RSS

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2018   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço