Pessoal, boa tarde!

Estou querendo automatizar uma cortina, porém não sei qual motor escolher.

Alguém poderia me dar umas dicas?

Abraço!

Exibições: 3010

Responder esta

Respostas a este tópico

Ola João

Como esta pergunta é bastante recorrente por aqui podemos até elaborar um tutorial. O que acha ?

Então mãos a obra !

1 - Qual movimento vc precisa para abrir e fechar a cortina linear ou circular ou os dois ?

2 - Se circular vc precisa medir o torque necessário se linear a força necessária. (use um dinamomentro para medir )

3 - O tempo gasto com q vc quer fazer os movimentos de abrir e fechar (meça com um cronometro)

abços

Olá Joe, tudo tranquilo?

Acho que é uma ótima ideia elaborar um tutorial para que os próximos garagistas que tiverem esta mesma dúvida já tenham onde procurar.

Então vamos lá, respondendo a suas perguntas!

1- O movimento será no eixo Y, não será preciso o movimento circular.

2- Como não tenho dinamômetro, estimei a massa da cortina que deva ser cerca de 6 Kg +/- 10% de erro. o que nos dá um peso de 58,8 N. (Porém vou procurar um dinamômetro para ter a certeza)

3- O tempo gasto seria ajustável, mas estava pensando em algo em torno de 30 s

para que a cortina seja levantada ou abaixada, é necessário puxar três cordões (lado esquerdo, meio e lado direito). Estava pensando em enrolar estes cordões cada um em uma polia e colocar as três polias no eixo do motor. 

Abraço!

Rapaz, a meu entender, você terá apenas um motor que irá enrolar e desenrolar o cordão da cortina/persiana é isto? A meu ver, você tem duas opções: Usar um motor CC com caixa de redução de velocidade ou um motor de passo. Se escolher pelo o motor de passo, com certeza um motor do tipo nema 23 de 9,9kgm/f irá suportar fácil fácil. (eu citei este tipo porque uso deste motor e não sei qual outro motor com menor torque a usar). Este motor tem dimensões de 56x56x53mm (basicamente) e um eixo de 6mm de diâmetro com 24mm de comprimento (aproximadamente).

Caso você escolher um motor CC, pode usar motor de parafusadeira (pequeno e tem um bom torque). Tenho um aqui, porém não sei as especificações dele. Mas ele funciona com uma tensão de 3,6v e uma corrente altíssima na faixa de 2 a 3 A, com dimensões de 30mm diâmetro x 93mm de comprimento.

Abraço!

Olá Joabe, boa tarde!

Este motor de passo, o funcionamento dele no arduino eu teria que indicar o ângulo de rotação dele, no caso 360 graus e informar por quanto tempo ele deve fazer isto?

Abraço!

Rapaz, motor de passo ele funciona da seguinte forma:

A cada pulso dado nas diferentes bobinas dele, faz o eixo girar num sentido ou outro. Este motor ele tem um angulo de 1,8° para cada pulso, então eu preciso de 200 pulsos pra fazer ele girar 360° (se quiser que ele dê duas voltas, seriam necessários 400 pulsos e assim por diante). A velocidade em que ele gira, é controlável, de acordo com a frequência dos pulsos dados no motor.

Joabe, obrigado pelas explicações, creio que agora entendi como funciona, um pulso seria um sinal de 5V enviado pela porta do arduino, correto?

Vou fazer a cotação dos motores de passo e dos motoredutores para ver qual tem melhor custo benefício. 

Obrigado mais uma vez Joabe, Abraço!

Olá João

Já temos o movimento, linear ! a força e o tempo  Ok agora só falta o deslocamento.

Através da equação onde P é Potencia em Watts , F é força em Newton e V velocidade em metros por segundo poderemos estimar a potencia necessária como condição inicial.

P(W) = F(N).V(m/s)

Exempo :

Força para levantar a cortina = 58,8 N

Tempo de acionamento = 30 s

Deslocamento linear = 2 m

P = 58,8 N . 2/30

P = 3,92 W

Esta é a potência necessaria estar disponivel no eixo de saída do motoredutor. Como vc sabe motores elétricos tem seu melhor rendimento em altas rotações 1000 a 3000 rpm em sua maioria. dai a necessidade de reduzir a velocidade e de quebra ganhar um aumento proporcional no torque.

Acontece que o redutor por ser um dispositivo mecânico tem perdas de energia que precisam ser repostas pelo motor daí a necessidade de vc colocar um motor sempre com potencia maior do que a calculada para o eixo de saída.

De maneira geral multiplique a potencia por 2 para redutores com engrenagens e 4 para redutores com cora e parafuso sem fim.

De acordo com o exemplo um motoredutor com trem de engrenagens devera ser acionado por um motor com potencia de no minimo 8 Watts.

Ok ?

Abços

Joe, boa tarde.

Obrigado pela explicação, entendi como funciona o motor acoplado no motoredutor. Agora só uma dúvida, qual seria o tamanho dele com essa potência?

Abraço!

Olá João

Ai depende da tecnologia utilizada pelo fabricante do motor, para o seu caso imagino que os da Motron de 12W e da Bosch sejam um início de pesquisa.

Motoredutor é o motor+redutor, já acoplado, talvez eu não tenha sido muito claro ai né.

O rpm de saída do motoredutor e a polia que puxa a cortina, deven ser calculados para proporcionar a velocidade linear, prevista no projeto OK ?

abços

Olá Joe, entendi agora. Muito obrigado pela sua ajuda, vou fazer uma cotação do valores dos motoredutores para ver qual tem o melhor custo benefício.

Obrigado pelas explicações, abraço!

Ok  ! Não há de que, fico contente em te-lo ajudado e espero ve-lo ajudando os outros

Deixo aqui uma introdução ao próximo passo que sera escolher o motoredutor e a polia.

Para converter o movimento circular G da saida do motoredutor,  em movimento linear VL.

Considerando a arranjo abaixo

O calculo sera interativo , VL em m/s , G em rpm, R (raio da polia e roldana) em metros

VL é premisa do projeto.

Se vc ja tiver R use a formula 1

Se ja tiver G use a formula 2

Abços e boa sorte !

Boa tarde!

Essa equação é a mesma para cortina de enrolar na vertical, tipo essa da imagem abaixo?

RSS

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2017   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço