Olá pessoal. Estou montando um projetinho de irrigar as plantas da minha sacada. Já tinha tentado só usando gotejamento + gravidade, mas se tornou meio problemático. Aproveitei essa oportunidade para aprender Arduíno, para automatizar a irrigação 1x (ou mais por dia) por X período de tempo.

Pesquisando alguns tópicos aqui do fórum, consegui chegar nos seguintes componentes necessários:

  • Arduíno Nano
  • Protoboard 170 pinos
  • Bomba de Água
  • Botão de acionamento
  • Módulo RTC
  • Bateria 9V e conector c/ plug bateria 9v
  • Jumpers

Como não entendo (ainda) da parte de diagramação eletrônica, não consegui montar um esquema mais visual. Também não sei se vou ter que envolver algum resistor (geralmente o pessoal usa e abusa disso), ou se irei precisar de mais alguma coisa.

Programação para mim não será problema, pois trabalho como programador.

Podem me auxiliar?

Exibições: 319

Responder esta

Respostas a este tópico

boa noite, por favor coloque a especificação dessa sua bomba de água. É AC ou é DC? Ela vai bombear água a partir de onde? Que é esse botão de acionamento? Vai sustentar o conjunto todo com bateria de 9v? Ficará caro ao longo do tempo e será uma vulnerabilidade grande no seu sistema, pois poderá ficar sem energia quando as plantas necessitarem de água, elas morrerão desidratadas quando vc menos esperar. Tente mudar para alimentação via energia 110V convertida pra DC através de fonte.

Não existe possibilidade de usar água da torneira controlando abertura/fechamento através de válvula solenóide (igual as usadas em máquina de lavar roupa)? Se vc usar bomba, terá que se assegurar de ter um reservatório sempre com água e vc terá que lembrar de manter esse reservatório abastecido. Penso que o legal mesmo é fazer algo do tipo: monte o projeto e esqueça que ele exista, deixe funcionando no automático (alimentação vinda da rede elétrica e água vinda da torneira da sua casa)

Outro detalhe: convém vc incluir no seu projeto um botão para ser pressionado, onde pressionando-se uma vez ele entra no modo automático (irriga conforme o agendamento), apertando pela segunda vez desliga-se o sistema, e apertando-se pela terceira vez a irrigação é feita (irrigação em modo forçado). Apertando-se pela próxima vez, volta pro modo automático (portanto, 3 estados: automático, desligado, manual). Convém sinalizar o modo em que se encontra através de led (ou leds)

Boa Tarde.

Bom vamos lá, responder seus questionamentos:

  • É uma bomba específica para o trabalho, veja os detalhes neste link
  • O botão de acionamento é para eu ter liberdade de sobrepor a programação do arduíno.
  • A idéia inicial é não depender de alimentação 110V, por isso a idéia de pilha 9V. Tenho total ciência de que isso pode ser o calcanhar de aquiles do projeto. Mas é meu "MARK I" (protótipo inicial)
  • Não tem possibilidade de água ser de torneira, vai ser um balde de 2~5L, com a bomba submersa nele. Vai depender da meu acompanhamento para manter sempre cheio, claro. Mas como falei, é meu MARK I

Meus questionamentos se irá precisar de resistor isso, por causa da tensão de funcionamento da bomba. Se vai precisar de um transistor ou até um relé. Não tenho tanto conheciemnto em eletrônica, mas o básico (serventia eu sei).

Novamente: é um protótipo, meu MARK I. Claro que vai ter diversas limitações. Imagine um balde, com o tampa, na tampa tem um furo para uma mangueirinha de aquário saindo. O arduíno vai ficar gruado a tampa do balde (claro que protegido para não queimar com a água, caso algo aconteça). Esse balde vai ficar fechado (proteger de um possível foco de dengue). Esse balde vai ficar do lado de fora da sacada (não tem tomadas por perto e não vou puxar fio longo, por isso bateria 9V inicialmente). Pelo menos 1x por dia, será acionado por X minutos a bomba, para levar água para o cano e os gotejadores darem vazão para cada vaso.

Venho pedir ajuda para por exemplo eu não sair queimando nada logo de início por não saber que precisava de um diodo, transistor, resistor ou algo do tipo. :)

Obrigado!

O certo é usar uma fonte 12v, o pessoal utiliza para esse tipo de projeto, aquelas bombas d'água de limpador de para-brisas de carro, são fáceis de se encontrar até de graça;

Você pode alimenta-la com um rele ou utilizando um transistor NPN para chavear a carga negativa da bomba, o que é simples, mas gosto mais do rele pela simplicidade.

se você utilizar um modulo rele, não vai precisar de resistor, a vantagem do rele é que possível colocar uma bomba d'água de até 220v do outro lado sem nenhuma outra adaptação.

Quanto a bateria 9v, ela consegue fazer um Arduino funcionar por algumas horas apenas, se você colocar uma bomba d'água junto, talvez não chegue a 4 horas de funcionamento, se conseguir uma bateria de nobreak 12v em meia vida seria mais eficiente, ela também se acha de graça em lojas de manutenção de computadores.

essa bomba de 100l/h não tem muita pressão, então possivelmente ela não de conta de tocar mais de dois gotejadores ao mesmo tempo, tenho uma 110v em casa, ela quase não conseguiu jogar água fora do balde.

RSS

Destaques

Registre-se no
Lab de Garagem
Clicando aqui

Convide um
amigo para fazer
parte

curso gratis de arduino

© 2019   Criado por Marcelo Rodrigues.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço